O papel dos pais no sucesso dos filhos

( … )
 Pode-se imaginar que o caminho passa por investimentos em educação, aprimoramento intelectual e cursos que desenvolvam as capacidades que, no futuro, irão levar a criança para uma situação de sucesso.

Claro, tudo isso também faz parte.

Mas será que é só disso que nossos filhos realmente precisam?

Será que boas escolas e idiomas são o suficiente?

Nós vamos lhe mostrar que realmente não são estas as necessidades essenciais.

Bert Hellinger, o psicoterapeuta alemão criador das Constelações Sistêmicas trás um dado interessante e por vezes provocador: o mais importante e determinante para o sucesso dos nossos filhos está contido em uma simples palavra: vínculo.

O vínculo 

Este vínculo age sobre a criança e o adolescente de forma poderosa.

Este amor que sustenta este vínculo, por vezes coloca a criança a assumir, inconscientemente, as dificuldades, sofrimentos e dores dos pais.

“As crianças de qualquer idade são como esponjas. Absorvem tudo o que o ambiente oferece e mostram, através do corpo, aquilo que está oculto.” (Dra. Jaqueline Cássia de Oliveira)

Ao perceber os pais infelizes (ou mesmo outros membros de seu sistema familiar) a criança se sente motivada a fazer algo para “resolver” o problema, sem perceber que é incapaz de fazer algo com um problema que não é seu. Dessa forma, se enreda em situações que trazem dificuldades para sua vida e seu desenvolvimento.

O problema neste movimento é que a criança não possui ferramentas nem condições emocionais para lidar com um problema que não é seu. Dessa forma, é como se decidisse encontrar o caminho para casa dentro de uma mata fechada. As chances de se perder ou encontrar perigos que causem dor são muito grandes. É um grande risco para seu desenvolvimento.

Estes riscos, quando acontecem, impactam a longa linha de desenvolvimento de uma criança, e por muito tempo. Por isso, é importante que os pais permaneçam no seu lugar: uma autoridade que guia, cuida, protege e acompanha os filhos em seus movimentos.

“Por amor cego ao meu sistema familiar me mantenho repetindo a mesma história. Por este amor infantil, sigo sem ver a vida que tenho adiante… Por ele fracasso e adoeço, porque embora caminhe com meus pés, sempre ando para trás!”

Luiz Rodrigues

Do mesmo modo, quando um pai e uma mãe se curam, eles introduzem no sistema o processo de cura de todos aqueles impactados por seu problema.

Através da cura de um pai ou uma mãe, todo o sistema familiar proveniente deles se transforma.

O vínculo com a Mãe

Nosso nascimento e o contato com nossa mãe são nossas primeiras experiências de sucesso na vida. Através do nascimento, da amamentação e do inicio do seu desenvolvimento, a criança experimenta muitos sucessos guiada pela mão da mãe.

A mãe, como uma primeira e importante companheira de desenvolvimento da criança, precisa estar ciente das suas dificuldades e a forma como comunica estas aos filhos, de forma a não colocá-los na situação onde eles se sintam com responsabilidade de fazer algo.

educando nossos filhos constelacao familiar garlet maria ines araujo (41)

 O vinculo com o Pai

O pai representa a coragem de sair diariamente para o mundo, de conquistar e prover. Através do pai podemos tomar a força de lutar pela nossa vida e nossa sobrevivência. Esta força, de ver e perceber oportunidades, de cuidar e fazer crescer recursos, flui dos pais para os filhos de forma livre quando o vínculo está estabelecido e sadio.

Um filho com dificuldades com o pai sentirá também dificuldades em lidar com os desafios quando se lança no mundo e, principalmente, terá dificuldades em atingir o sucesso no caminho que quiser trilhar.

Assim como acontece no vínculo com a mãe, a relação entre pai e filhos e filhas possui uma poderosa força de simbiose, principalmente nos primeiros anos.

Dessa forma, as dificuldades que atingem o pai e não são decodificadas para a criança de forma correta, podem fazê-la sentir a necessidade de “resolver” os problemas do pai, aplacando dessa forma seu sofrimento (dela e do pai).

O vínculo entre os Pais

A criança, nos seus primeiros anos e por boa parte da sua infância, pouco separa o que é seu e o que é de seus pais. Para ela, os três são o mesmo indivíduo, tal é a simbiose de sua vida com a de seus pais. Simbiose essa que é vital para sua sobrevivência.

Dessa forma, o relacionamento do casal influencia também a criança. Quando os pais se respeitam, mesmo quando não concordam com algo, a criança permanece em seu lugar e segura do amor dos pais por ela.

Se o pai ou a mãe não conseguem respeitar-se, a criança sente aquele desrespeito “direcionado” para si. E nesse lugar, através da lealdade que sente para com seus pais, começam a surgir as dificuldades de desenvolvimento.

Um pai desrespeitado ou uma mãe desrespeitada precisam ser protegidos, pensa a criança. Proteção esta que ela não é capaz de oferecer, mas que seu corpo e seu instinto a impele a tentar. Então, aos poucos, ela sai do lugar de criança, e entra num espaço onde seu desenvolvimento corre risco.

Os pais, ao se sentirem fortes e centrados no seu papel, reconhecem que sempre haverá um ponto de amor e respeito no seu relacionamento, mesmo que este tenha problemas, ou esteja próximo do fim.

O filho é a prova máxima do amor que os pais sentem ou que sentiram um dia. Ao integrarem esse sentimento, percebem a importância do respeito ao outro, pois isto indica também respeito ao filho, pois toda criança tem dentro de si e do seu coração, os seus pais.

Dessa forma, o filho encontra o espaço para se desenvolver de forma saudável e os pais se tornam a força para ele caminhar para o sucesso.

……..

texto integral em:

O papel dos pais no sucesso dos filhos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s