Resista – Ana Jácomo

resista.jpg

Resista um pouquinho mais, mesmo que a sua vida esteja sendo pesada como a consciência dos insensatos e você se sinta indefeso como um pássaro de asas quebradas.

Resista porque o último instante da madrugada é sempre aquele que puxa a manhã pelo braço e essa manhã, bonita, ensolarada, sem algemas, nascerá para você em breve, desde que você resista.

Resista, porque eu estou sentada na arquibancada do tempo torcendo ansiosa para que você resista e ganhe de Deus o troféu que merece: a felicidade.

 

(Ana Jácomo)

Abraço

 

abraço.jpg

“O melhor do abraço é o charme de fazer com que a eternidade caiba em segundos. A mágica de possibilitar que duas pessoas visitem o céu no mesmo instante.”

Ana Jácomo

Nós, os sensíveis…..

menina

Ana Jácomo

“Que os sensíveis sejam também protegidos.
Que sejam protegidos todos os que veem muito além das aparências.
Todos os que ouvem bem pra lá de qualquer palavra.
Todos os que bordam maciez no tecido áspero do cotidiano.
Todos os que propagam a bondade.
Todos os que amam sem coração com cerca de arame farpado.

Que sejam protegidos todos os poetas de olhar e de alma, tanto faz se dizem poesia com letras, gestos, silêncios ou outro jeito de fala.

Que sejam protegidos não por serem especiais, que toda vida é preciosa, mas porque são luzeiros, vez ou outra um bocadinho cansados, no escuro assustado e apertado do casulo desse mundo.”

___ Ana Jácomo

Fotografia: Melissa Lazuka

O sol está lá

mimi.jpg

Acredito que a natureza humana é essencialmente amorosa e que quando não demonstramos isso é porque há nuvens muito espessas escondendo o nosso sol. Nuvens de medo, dor, raiva, confusão.
Mas o sol está lá, preservado, o tempo todo. Em algumas pessoas, mais do que em outras, parece que as nuvens demoram muito tempo a se dissipar, é verdade. Às vezes, podem até não dissipar durante uma vida inteira, é verdade também.
Mas, à medida em que começamos a abrir o nosso coração, é inevitável não sentir que ser amáveis e cuidadosos uns com os outros não é um favor, uma concessão. Inevitável não sentir que o gostinho bom de dar amor é tão saboroso quanto o de recebê-lo.
(Ana Jácomo)


Postado por Vera Lúcia no Vale de Luz

Encanto – Ana Jácomo

água e flor.jpg

“Quero me encantar mais vezes.

Admirar mais vezes.

Compartilhar mais amor.

Dançar com a vida com mais leveza, sem medo de pisarmos nos pés uma da outra.

Quero fazer o meu coração arrepiar mais frequentemente de ternura diante de cada beleza revista ou inaugurada.

Quero sair por aí de mãos dadas com a criança que me habita, sem tanta pressa.

Brincar com ela mais amiúde.

Fazer arte.

Aprender com Deus a desenhar coisas bonitas no mundo.

Colorir a minha vida com os tons mais contentes da minha caixa de lápis de cor.

Devolver um brilho maior aos olhos, aos dias, aos sonhos, mesmo àqueles muito antigos, que, apesar do tempo, souberam conservar o seu viço.

Quero sintonizar a minha frequência com a música da delicadeza.

Do entusiasmo.

Da fé.

Da generosidade.

Das trocas afetivas.

Das alegrias que começam a florir dentro da gente.”

Ana Jácomo

Reflexão do Dia – Ana Jácomo

anjo

 

“ E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo.

Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente se sente olhada com amor…Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu.

Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras.”

Ana Jácomo

Ana Jácomo

 

mimi.jpg

“Não há lugar para onde correr:
as mudanças, quando precisam acontecer,
sabem como nos encontrar….”

Ana Jácomo