Seu Propósito na Vida

 
sozinho.jpgYeshua
canalizada por Judith Coates
4 de Outubro de 2016

Amado, vamos falar sobre o seu propósito nesta vida. Não é por acaso que você escolheu esta encarnação. Não é por acaso que você encontra muitas coisas em tumulto. Não é por acaso que você veio para ajudar aqueles que querem despertar, mas que não sabem como.

Você esteve em treinamento nesta vida, e trouxe certas características de outras vidas que o ajudam a se relacionar com os irmãos e irmãs. Você trouxe um determinado conhecimento, talvez, até mesmo o que você chamaria de ao nível da mente inconsciente ou subconsciente, que influencia como você encara algo, pelo menos, no início. Então, você traz para apoiar o que leu, estudou, ouviu nesta vida, para ver onde está indo com a mensagem que veio compartilhar.

Seu propósito nesta vida é ajudar, aumentar o despertar, a consciência da divindade, em primeiro lugar, em si mesmo, mas quando você está fazendo isto, é contagioso. Isto se espalha para outros.

Como foi há dois mil anos, eu tinha uma mensagem. Eu tinha um propósito. Vim com uma mensagem que você é o Cristo encarnado. Você é amor e você é Divino. E, na verdade, você nunca esteve separado de sua Fonte – com “F” maiúsculo.

Você veio aqui como uma extensão da Fonte, de sua divindade. Às vezes, você sabe disto. Às vezes, você age de acordo com isto. Muitas vezes, não. Muitas vezes, você está tão focado no que está a sua frente, que é difícil ver a grande cena. É por isto que, muitas vezes, eu lhe digo que é uma boa ideia passar algum tempo em silêncio, em meditação e na natureza.

Você não tem que fazer um tipo formal de meditação. Isto é bom, se quiser fazer isto, mas você pode apenas se permitir se expandir na frequência da natureza, expandir-se na frequência das árvores, das plantas, da água que flui. Expanda-se nesta frequência e reconheça-a por si mesmo.

Poderia haver alguém ao seu lado e ele não veria o rio. Difícil de acreditar, porque você diz que é muito óbvio. Está bem ali. Mas é uma coisa muito individual que você vê e interpreta.

As frequências estão ao seu redor. Frequências são cores diferentes. Às vezes, até com os olhos humanos você pode captar determinadas frequências e ver as cores diferentes, como no arco-íris. Lá você tem a frequência da energia surgindo, sendo óbvia como cores diferentes e você vê estas cores diferentes com olhos diferentes.

Ao seu redor agora estão as frequências. Você poderia estar ligado a uma de suas máquinas tecnológicas que lhe mostrariam a sua frequência.

E se alguém viesse a você e dissesse que o seu amado animal de estimação tinha sido atingido por um automóvel, a sua frequência mudaria. Ou se viessem a você e dissessem: “Você tem o bilhete premiado na loteria, e você é um bilionário”, a sua frequência mudaria. Você poderia sentir a frequência mudar e isto seria registrado em uma de suas invenções tecnológicas.

A cada momento em que você está tranquilo, a cada momento em que é preso na energia e há algo realmente acontecendo, a sua frequência muda. Outros podem sentir isto. É por isto que você é atraído para aqueles de frequência semelhante, por que você é atraído para aqueles que estão felizes, porque a frequência deles é onde você quer estar. É uma sensação boa, de leveza.

Aqueles que estão, às vezes, em uma frequência mais pesada, você os ama, mas nem sempre quer estar nesta frequência. Ainda que ela não seja medida, você pode senti-la.

Há dois mil anos eu vim com uma mensagem. Vim para lhe dizer que você é amor, que você é Luz, que você é a extensão da Fonte divina de energia e que, realmente, até enquanto está ativando um corpo, você pode conhecer a sua Fonte.

Você pode conhecer a onda de energia, quando chega ao espaço de conhecer o amor de Si mesmo, e eu não quero dizer amor egoísta, mas o amor de Si mesmo, onde você apreende a verdade do seu ser e avança com ela de uma maneira feliz.

Tome posse da alegria de ser.

Quando você olha para o seu amado animal de estimação e o seu coração se abre, é sobre isto que eu estou falando. Quando você está olhando para a inocência do amado animal de estimação – e, com certeza, ele tem certos traços que eles usam para levá-lo a fazer coisas que eles querem que você faça, mas eles são realmente inocentes que andam sobre quatro patas, ou voam com as asas, ou nadando na água. Eles são o amor encarnado, como você.

Mas, muitas vezes, a humanidade está olhando para fora, para ver as várias frequências do que está acontecendo que precisa haver um chamado de volta de: “Ok, venha e se concentre no Eu divino que você é”.

Saiba que realmente você não dá um passo, a menos que use a frequência divina que você é. Você não pode viver e se mover sem ser a pessoa divina que é, o exemplo divino. Assim, cabe a você se elevar mais, para chegar a este lugar onde realmente conhece o seu valor.

Muitos em seu mundo, neste momento, não conhecem o seu próprio valor. Eles não conhecem a divindade de onde eles vieram. Eles não sabem que eles podem ser felizes. Eles aprenderam quando eram muito pequenos que eles deveriam se esforçar muito e eles levam a mensagem de que eles não são os melhores, não são perfeitos, porque, obviamente, eles devem se esforçar muito para serem os melhores.

Mas eles já estão sendo os melhores que eles sabem. Até mesmo quando estão tendo um acesso de raiva, eles estão chegando a um espaço de dizer: “Eu não estou feliz comigo”. Mas eles querem ser felizes com ele e querem ter alguém que possa ser a presença da calma, a presença do ser divino com eles para lhes mostrar o caminho.

Eu fui chamado de um mostrador do caminho e Eu Sou. Mas você também é um mostrador do caminho e veio a esta vida encarregado de um trabalho a fazer, ser um mostrador do caminho, mostrar como você pode viver a vida humana e ser feliz nela, como você pode ficar entusiasmada com ela, como pode viver a vida humana e amar cada pessoa com quem entrar em contato, ainda que eles pareçam não muito amáveis, a princípio.

Mas você pode amá-los.
E ao amá-los, você se ama, porque não há separação.

Quando os olhos de um ser humano caem em outro ser humano, é uma oportunidade para viver no amor, estar no espaço de ser exaltado, fora da voz do mundo por um momento, o tempo suficiente para se elevar na frequência que você é. Isto é o que realmente você quer ser. Isto é o que você realmente quer fazer.

Você quer estar no espaço do amor sublime, o espaço que sabe: “Eu estou bem”, e você está. “Eu Sou o emissário do amor. Estou ajudando outros a reconhecer que há o bem na vida humana”. Eles veem apenas as faltas e os fracassos, e eles, com frequência, veem isto em si mesmos e, então, eles não são felizes e ninguém ao redor deles é feliz.

Mas você pode olhar para o centro do seu ser. Você pode ajudá-los com palavras, com um sorriso, com incentivo para saber que realmente há algo bom acerca de uma encarnação. E há. Há muito que é bom em relação a uma encarnação.

Você se inscreveu porque este é um momento muito importante. É um tempo de escolha para a humanidade. É um tempo de escolha onde muitos estarão fazendo a escolha quanto a se eles avançam ou recuam. As apostas são altas. Se eles não fizerem a escolha para avançar, irão escorregar para trás.

Você disse antes da encarnação: “Envie-me. Eu irei. Serei a voz que chama no deserto. Serei a voz que fala de amor. Vim através dos meus testes e provações para o espaço onde eu sei que há a escolha, e eu faço a escolha de viver na Luz.”

Você passou por vidas de escuridão. Você passou por momentos, até mesmo nesta vida, em que havia escuridão, como você a percebia. Mas você chegou a este tempo agora onde está reivindicando o seu propósito, onde está se conscientizando do seu propósito e onde está vivendo a partir do espaço do amor, do espaço da Luz.

Você já escolheu fazer a escolha neste momento como exemplo para outros. Sempre que algo vier a sua consciência, faça uma pausa por um momento. Não se apresse, mas, respire profundamente e pergunte: “O que está realmente acontecendo aqui?” Alguém está sendo infeliz. Alguém está agindo a partir de um espaço onde há tristeza e julgamento.

Neste momento, mantenha-os na Luz. Neste momento, pare, respire, mantenha-os na Luz. Eles irão querer saber o que você está fazendo, e você sorrirá. E você dirá: “Eu sei como você é digno. Eu sei que você tem valor. Você tem valor para mim porque é meu amigo. Você tem valor para mim porque caminhamos juntos.” Você encontrará as palavras para lhes dizer, porque você conhecerá o valor deles.

Você teve todo o treinamento nesta vida para trazê-lo a este ponto que será e que é mais necessário para a Luz. Eu não consigo enfatizar isto o suficiente. Isto é, em seus próximos seis meses, será o mais maravilhoso ponto de escolha para você e para os irmãos e irmãs. Não é uma coisa pequena. E você disse: “Estou pronto.” Mesmo antes da encarnação, você disse: “Estou preparado. Envie-me. Eu irei.”

Veja, antes de uma encarnação você se encontra com o que veria como mestres. Você se encontra com um conselho dos que são da Luz, e formula no esboço, o que fará na encarnação, na próxima vida que irá ter; não todos os detalhes, porque você tem o livre arbítrio quanto aos detalhes, mas o global foi escolhido antes de você fazer a encarnação. O geral foi planejado, e você disse: “Sim” a ele.

Você disse: “Eu farei tudo o que for preciso”, na medida do treinamento. Este pode ser um treinamento formal ou informal, através de todas as escolhas e o aprendizado, em termos gerais, que você faz em uma vida. E o seu aprendizado, como você sabe, vem de várias possibilidades: dos livros que lê, das pessoas com quem se associa, dos cursos que faz, das experiências que passa. Este foi o treinamento.

Cada um é especialista em alguma coisa e, muitas vezes, mais do que uma coisa. Você é um perito em ver onde outra pessoa possa estar sofrendo. Você é um perito em ver a Luz, até mesmo na centelha mais ínfima de Luz que alguém não vê, mas você a vê por ele. Está sempre lá. Você pode encontrá-la.

E este é o maior presente de todos que você pode dar ao outro: ver a sua Luz, encontrar a centelha de Luz que ele é, e, então, refleti-la para ele. No entanto, ele irá entender.

É para isto que você se inscreveu, e não é pouca coisa. Você já sentiu isto, porque tem passado por algumas das perturbações e os golpes que recebeu do mundo, não são coisas insignificantes. Você disse: “Eu Sou suficientemente forte. Irei até o inferno e voltarei”  – e você conheceu momentos de inferno – e céu.

Eu sei como é estar nos abismos do inferno e se perguntar: “Há alguma razão para continuar?” E, então, em um pequeno ponto dentro de você, chegava uma pequena Voz que dizia: “Há uma razão. Você é a Luz.” E você começou a se elevar neste ponto.

Você passou por um maravilhoso treinamento – e não somente o treinamento formal, mas o treinamento do mundo que diz que há uma linguagem que os irmãos e irmãs compreendem, e é a linguagem do apoio, da amizade. Às vezes, eles podem ser um osso muito duro de roer, mas não desista deles. Você vê a Luz deles. Você vê o que pode ser, e continua acreditando neles.

Você continua sabendo que eles são desta centelha divina de Luz, e você incentiva a Luz tanto quanto pode. Você a incentiva ao ser a própria Luz, o que atrai a Luz de outros e lhes permite ver que, talvez, por mais um dia, mais uma hora, eles podem persistir.

Porque muitos dos irmãos e irmãs, como você viu, especialmente neste momento, que é um tempo de ponto de escolha, estão se perguntando: “Existe algo pelo qual vale a pena viver?”. Você veio e o olhou no olho e disse: “Eu acredito em você”.

Isto, meu querido, transforma tudo, quando você diz para a outra pessoa: “Eu acredito em você. Sei quem você é. Sei do que você é feito.” Ela pode querer ignorá-lo, porque ela nunca ouviu isto antes. Mas vocês continuam sendo amigos, e ela pode tentar afastá-lo.

Porque, se ela reconhecer que ela é a Luz, então, ela tem que começar a agir como a Luz e tem que, de vez em quando, colocar um sorriso no rosto. E, talvez, isto não tenha estado em seu treinamento. Talvez isto seja muito estranho para ela.

Mas você continua sorrindo para ela e continua acreditando nela, continua sendo seu amigo e, então, ela diz: “Bem, se ele acredita em mim… bem, eu não acho realmente que ele esteja errado, mas…” . Ela começa a se examinar para encontrar um pouco de Luz e você a incentiva. Você lhe pergunta: “O que a faz feliz? O que a faz sentir que você merece algo?”

“Bem, absolutamente nada. Foi-me dito quando eu era muito pequeno, que eu não valia nada. Ninguém sabia por que eu estava encarnado aqui.” E você diz: “Sim, isto foi naquele tempo e isto é agora, e eu acredito em você. Conheço o trabalho que você veio fazer, e sei que é difícil, mas eu acredito em você, e sei que você pode fazê-lo.”

“Está bem”. Veja, você fala com outro diretamente e lhe diz: “Sei que você pode fazer isto. Sei que você está aqui por uma razão, por uma razão muito boa. Eu sei – seja como queira colocar isto em palavras – que o nosso Pai não faz lixo. Você ouviu este ditado, e sei que é verdade. Há algo sobre você que tem muito valor. Sei disto. Vejo isto. Acredito em você.”

Aqueles, neste ponto, podem correr, mas eles retornarão, ou poderão dizer: “Bem, por quê?” E, então, você começa a enumerar o que vê da Luz sobre eles. Há a verdade da Luz sobre cada pessoa. Há algo que você pode achar que pode elaborar, você pode lhes dizer. E isto pode significar a diferença entre a vida e a morte, a morte no nível da alma, onde eles voltam a dormir.

O trabalho com que você concordou antes da encarnação era passar pela vida humana, de modo que outros irmãos e irmãs pudessem vê-lo como humano, porque eles veem que você passou pelos testes e provações; que a vida não foi inteiramente fácil para você. E você chegou a um lugar onde pode acreditar em algo bom.

Quando eles veem que você passou pelos testes e provações, eles têm a oportunidade da escolha. Você não pode fazer esta escolha por eles. Você certamente gostaria, e eu. Há dois mil anos, eu gostaria de ser sido capaz de escolher por todos aqueles.

Mas eu disse: “Sua vida vale mais do que você sabe. O que você está vivendo vale mais do que você sabe. Você está se expandindo para a vida eterna, e isto é bom. Não o inferno eterno, mas o céu eterno. Você pode tê-lo, ainda que não tenha as moedas de ouro, ainda que não tenha o corpo que funciona, as pernas ou os olhos, você ainda tem vida”, eu lhes disse.

E enquanto houver vida, você tem escolha, e você pode escolher a felicidade. Ainda que não tenha todos os bens mundanos – na verdade, os bens materiais interferem, às vezes – ainda que você não tenha tudo que supostamente o deixe rico, você tem vida e você é rico, porque você tem vida. E você pode avançar, momento a momento, acreditando no melhor de si mesmo.

Até quando você está deprimido e parece ser o ponto mais baixo, há sempre alguém que acredita em você, e você será esta pessoa para os outros.

É para isto que você se inscreveu: ser a Luz para outros. Você esteve na escuridão; você sabe como é opressivo estar na escuridão. Você sabe como é opressivo ter tudo tirado de você e, no entanto, a única coisa que não pode ser tirado de você é a vida. Você continua vivendo. Ainda que deixe o corpo, você continua vivendo.

E eu lhe digo, que aqueles que aniquilam o corpo se encontram ainda vivos, e eles também se encontram em um ponto de escolha: “O que eu farei agora?” Porque há consciência, há consciência. Há conhecimento. Há escolha.

Ainda que você não tenha o corpo, você ainda tem vida. Você irá escolher inúmeras vezes, até que finalmente escolha a vida e diga: “Está bem, eu já tive o suficiente ao estar por baixo de tudo. Eu tive o suficiente disto”. E você começa a olhar para cima.

Todos vocês estiveram neste lugar, ou nesta vida, ou em outra, onde você esteve no nível de baixo, e, então, fez a escolha de subir, de olhar para cima. E, com frequência, tem havido alguém ao seu lado para ajudá-lo. Porque não há separação, e quando você pede ajuda, tem que haver uma resposta. E você, com frequência, pode ser a resposta para a prece do outro, para a prece desesperada do outro.

É para isto que você veio. Quero que você ouça isto profundamente. Quero que ouça, porque você se perguntou. Você quis saber: “Por que estou aqui? Estou fazendo todas as coisas certas, mas isto não parece o suficiente.” E isto é porque cada dia lhe traz a oportunidade de ser Quem você é, de compartilhar a Luz.

Cada dia de cada encarnação há oportunidade para escolha. Há oportunidade para a Luz. Há oportunidade para o coração expandido, o coração que vive no amor e conhece somente o amor.

Quando você alcança este espaço, há êxtase. Quando você chega a este espaço – e você pode tocar este enquanto está encarnado, você pode tocar este espaço de êxtase onde você sabe: “Meu Deus, eu sou mais do que eu já me considerei ser. Meu Deus.” E eu uso estas palavras sabiamente, porque este é o seu Eu Divino lhe respondendo.

Você sente a energia? É disto que a mensagem se trata, sobre sentir a energia, a energia Divina que passa através de você, para saber que realmente: “Eu sou feito de coisas Divinas. Sou criado para dar o sorriso, a Luz para os outros. É para isto que eu me inscrevi. Eu me perguntei por que estava aqui. Continuo perguntando: Por que estou aqui? Por que estou ainda aqui?”

Bem, porque o seu trabalho não terminou ainda. Porque há aqueles que precisam ver a Luz, aqueles que precisam ver o amor, aqueles que chegam até você e perguntam: “Do que se trata a vida? Por que estou ainda aqui? O que devo estar fazendo?”

Como dissemos muitas vezes, não há “deve”, exceto a escolha, o que você escolhe a cada momento sentir, viver e compartilhar. Escolha com sabedoria, porque se não o fizer, você terá outro momento de escolha. Porque nosso Pai está sempre dando, sempre oferecendo a oportunidade para o amor, para conhecer, experienciar e expressar Tudo O Que É.

E quando você chegar ao espaço de expressar Tudo O Que É, você terá feito o seu trabalho.

Mas, uma vez que tenha feito o seu trabalho, eu compartilharei com você, você não para. Você volta a fazer isto inúmeras vezes, porque é muito bom, porque é o seu próprio despertar, é a sua própria escolha de escolher o amor, escolher a vida e a felicidade, a felicidade exaltada de saber que “Eu Sou Luz”. “Bem, isto é bom. Sim, eu gosto de irromper ao redor como a Luz. Isto é bom. Quero compartilhar isto.”

Mais e mais irmãos e irmãs estarão se unindo a você, porque esta vida, estes próximos seis meses é um tempo de escolha quando muitos estarão fazendo a escolha: se eles continuarão com o padrão da escuridão, ou eles escolherão a Luz.

E porque você passou por experiências de escuridão, você pode falar com eles. Você pode ser um exemplo para eles de como é ser Luz e como você os conhece e acredita neles, porque você sabe do que eles são feitos.

Nos próximos seis meses de seu tempo você estará muito ligado, porque é mais necessário. Nos próximos seis meses, especialmente, você verá a oportunidade de viver, de amar, de ser Luz. E o que acontece após os seis meses? Ah, isto cabe a você. Isto não foi escrito.

Mas eu me unirei a você. Você nunca caminha sozinho. Eu caminho sempre com você. Eu sussurro sempre em seu ouvido. Eu lhe conto uma história engraçada, uma piada, uma maneira fácil de encarar algo. E antes que você o saiba, você está sorrindo, você está rindo, você está dizendo: “Está certo. Este é um tipo de pensamento divertido. Gosto disto.”

Nós caminhamos juntos.
Que assim seja

Jeshua ben Joseph (Jesus)

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
http://oakbridge.org
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Você não está sozinho

sozinho.jpg
Mensagem de Yeshua
canalizada por Judith Coates
5 de Setembro de 2016

Amado, nós já lhe falamos há algum tempo sobre o holograma que você está criando. Você viu um holograma em alguns dos seus filmes de ficção científica, onde as pessoas estavam olhando para o holograma de algo que acontecia na frente delas.

E, na verdade, o que você está vivendo nesta realidade é um holograma de sua própria criação. Você está sempre criando e mudando, talvez, ajustando-se ao seu holograma, permitindo que outros aspectos venham e você jogue.

E, na verdade, a realidade – com “r” minúsculo – que você joga é muito maleável. Em outras palavras, muito suave, e você pode jogar com ela, como o “Play-Doh” (N.T: São jogos imaginativos e massinhas) com que os pequenos jogam. Eles criarão os vários objetos, e, então, se não gostarem destes, eles os amassarão e começarão de novo; eles criam algo novo.

Você faz isto com a sua realidade (“r” minúsculo). Você a re-cria de vez em quando. Se não gosta de algo que aconteceu no passado, onde está esta realidade? Está em sua mente, em sua memória, e você pode voltar atrás e mudar uma lembrança. Você pode.

Tudo o que você cria pode ser mudado. Se você teve uma experiência infeliz, pelo menos uma que julga infeliz, você pode voltar e revê-la e pedir uma nova maneira de vê-la, para perceber qual é o presente que está nela, porque cada experiência tem um presente nela. Às vezes, não parece uma dádiva quando você está passando por ela, mas quando você retornar e pedir para vê-la de maneira diferente, você verá que havia uma dádiva nela.

Sua realidade “com “r” minúsculo – está sempre mudando e se transformando, e você faz isto porque é um mestre em criar a realidade (com “r” minúsculo, momento a momento. Você está criando agora o que está lendo. Se quiser dar um passo adiante, cada um que lê isto está lendo uma mensagem ligeiramente diferente, pois a sua experiência anterior lhes permitiu ver o que eles estão fazendo neste momento.

Você tem experiências anteriores, experiências não somente no que você denomina como esta vida, mas o que você chama de vidas aparentemente passadas. Assim, todos estarão lendo esta mensagem de uma forma ligeiramente diferente, mas espero que seja de uma forma que expanda a sua compreensão de seu poder criativo.

E, como já dissemos muitas vezes, se você não gosta da realidade em que está vivendo, você pode mudá-la. Não há nada e nem ninguém que irá impedi-lo de mudá-la. 

Muitas vezes, você sente que os pais ou os mais velhos de uma geração têm mais autoridade sobre você, mas, na verdade, a autoridade que eles têm é dada por você na sua crença, e você pode mudar isto. Você mudou isto, porque quando ficou mais experiente, você disse para certas pessoas em sua realidade que: “Não, eu vejo as coisas de forma diferente do que o que estão me dizendo”, e você tem moldado e configurado a sua realidade, momento a momento.

Assim, agora estaremos expandindo a realidade que você aceitou até agora e iremos empurrar alguns dos limites dela. Diremos que você não está sozinho. Você diz: “Está bem, eu ouvi isto antes. Sei que não estou sozinho. Sei que há guias, professores, mestres que caminham comigo. Sei que sou cuidado por seres invisíveis, por anjos”. E isto é verdade.

Mas há outros nesta esfera de sua compreensão que estão em sua realidade agora, que estão experienciando as suas próprias vidas de maneiras diferentes, aqueles que você disse que são de fora do planeta. Será que eles são reais?

Sim, eles são tão reais quanto a sua realidade. – com “r” minúsculo. Eles existem. Eles estão tendo as suas experiências e o estão observando, observando para ver como você responde a algumas das questões que possam surgir, observando para ver a consciência coletiva global e as escolhas que são feitas.

Como você está trazendo esta realidade, você decretou que há agora uma mudança que está acontecendo. Enquanto você estiver fazendo isto, estará expandindo a sua compreensão do que significa ser a extensão do Criador. Você está criando esta mensagem à medida que avançamos.

Aqueles que compartilham a extensão da criatividade são tão aventureiros e tão tímidos como você. Eles estão também experienciando quem e o que eles querem trazer, e eles o estão observando como você observaria algumas das outras formas vivas em sua realidade.

Os pequenos, provavelmente, observaram os formigueiros, e você observou como as formigas são muito ocupadas. Você já viu as colmeias. Observou as abelhas e como elas são ocupadas. Elas fazem parte de uma colmeia coletiva. Assim, você observou a sua própria maneira, a extensão da vida, a criatividade, de uma forma aparentemente diferente do que o que você está expressando agora.

Bem, aqueles que você chamou de irmãos e irmãs do espaço, às vezes, estão checando e observando como a consciência coletiva aqui está funcionando, como a comunidade de alguns está despertando para a Totalidade de que eles são, como esta consciência em expansão está afetando as escolhas que são feitas.

Agora, eu trago isto à sua atenção, porque quero que você saiba da expansão da Energia criativa e como, na verdade, você não está separado de nada disto. Você tem aqueles que estão próximos a você agora, que estão falando do que parece como uma extensão muito incomum de si mesmo.

E você já se perguntou, e eu o ouvi perguntar: “É verdade que não estamos sozinhos no Universo?”

É verdade. Você não está sozinho. Para muitos dos irmãos e irmãs, esta verdade não existe em sua realidade. Eles têm o que você denominou como visão de túnel. Eles têm o suficiente para cuidar em sua vida, como eles a veem e não querem se aborrecer com histórias fantásticas.

Mas para alguns de vocês, você quer saber: “Qual é a Totalidade de mim? O que mais de mim pode haver?” Você olhou para a sua realidade aqui e disse: “Bem, eu tenho os amigos que são de mentes afins e isto é bom quando estou com eles, mas poderia haver algo além até mesmo do que tenho experienciado quando estive no avião e acima das nuvens?”

Você experienciou o que muitos dos seus antepassados teriam considerado como impossível. Você vai ao seu aeroporto aonde os pássaros chegam, os pássaros de metal, e entra em um grande avião. Ele sobe acima das nuvens, e você vê a forma da Terra abaixo. Seus antepassados não teriam acreditado nisto. Você, como o antepassado, não teria acreditado nisto. Mas agora onde você está, é um milagre, e, no entanto, você o toma por certo.

Você diz: “Bem, eu irei pegar o pássaro de metal em Sacramento e terei duas horas acima das nuvens, e, então, irei pousar em outro local geográfico e irei viajar em algo que tem grandes rodas e irei visitar os meus amigos.”

Há um pouco de esforço para fazer a viagem, mas eu lhe digo, é muito mais rápido e mais fácil do que o camelo. E, no entanto, em meu dia e hora, e no seu, também, porque você estava lá comigo, o meio de transporte, andar no camelo, era muito mais rápido do que caminhar, e nós pensávamos que estava ótimo.

Agora você observa o que está acontecendo e diz: “O que mais pode haver?” Você tem os pássaros de metal que romperam a barreira do som. Eles têm ido com tanta rapidez que eles estiveram à frente de si mesmos. Você ouve os seus cientistas que gravam tais coisas e diz: “Uau! Isto é incrível! Como pode ser isto?”

Eu lhe direi, como isto não poderia ser?
Porque você está criando.
Isto é a linha básica da mensagem.

Você está criando, e agora você está querendo saber: “Há mais?” E eu lhe digo: “Sim, há mais”. Você está abrindo a sua mente e o seu coração para absorver mais as possibilidades de que poderia haver Inteligência expandida em outros locais, que estão tendo a experiência de se expressarem, talvez, de forma diferente do que você vê como o ser humano, e eles estão reproduzindo por meios diferentes do que você considera úteis nesta realidade.

Eles estão vivendo os seus sonhos como você. Alguns deles chegaram a reconhecer que deve haver vida inteligente – bem, às vezes, eles questionam esta parte – em outros planetas, em outros sistemas solares. Como os seus cientistas lhe estiveram indicando, há muitos outros sistemas solares no universo, muitas galáxias dos sistemas estelares, muitas que estão com os planetas que giram em torno da estrela, como a sua sagrada Mãe Terra gira em torno do Sol.

Em sua realidade, tudo está fluindo da Realidade (com “R” maiúsculo) – a expansão da idéia vem para criar, experienciar, expressar-se, aventurar-se.

Há vidas passadas você se sentou sob as estrelas e se perguntou: “O que há lá fora? Há algo mais lá fora além do meu conhecimento?” Agora você está chegando ao limiar de ter o intercâmbio com o seu Eu, com aqueles que você chamou de extraterrestres, porque eles não estão vivendo – bem, alguns deles estão – na sagrada Mãe Terra.

Então, você já se perguntou: “Bem, estas histórias são interessantes, mas eu não acho que haja algo mais do que eu posso ver, sentir e tocar e tem até o idioma de não ser uma barreira.”

Na sagrada Mãe Terra você tem os diferentes sons, idiomas, que significam algo diferente, e alguns de vocês estudaram idiomas, de modo que possam compreender outros sons, para saber o que eles significam.

Como será o discurso com os seus irmãos e irmãs do espaço? Será coração a coração, mente com mente, porque isto será a próxima linguagem, um conhecimento. Você já faz isto, assim quando eu me refiro a isto, você compreende que há momentos em que você sabe o que a outra pessoa está pensando e ela não o expressou em sons, em palavras. Mas você sabe o que ela está pensando.

Às vezes, você pode senti-lo pela expressão facial e, algumas vezes, você diz: “Está bem, não estou ficando por perto, por isto…”, e você parte e retorna mais tarde quando o humor dela está melhor.

Você terá o conhecimento muito em breve, onde aqueles que estiveram pedindo a prova, terão a interseção interessante desta realidade com uma realidade expandida. Não algo a ser temido, mas algo a ser bem-vindo.

Porque, realmente – agora, eu digo isto de modo que você tenha o equilíbrio da compreensão – há aqueles que estão se expressando no espaço, no universo, que são ainda da expressão combativa. Mas eles são bem parecidos com a consciência coletiva aqui que está presa em si mesma, assim eles não são aqueles que você estará encontrando pela primeira vez.

Aqueles que você estará encontrando serão de mente e coração amorosos, porque eles são aqueles que terminaram com a combatividade, com a agressividade. Eles são aqueles que estiveram pedindo para ter a experiência de interagir com outros que estejam abertos e receptivos à compreensão da expressão do Um, da Fonte, querendo saber o que você está pensando, o que você está sentindo, com que questões você está trabalhando. Isto está acontecendo agora.

Você está sendo observado. Você está sendo assistido. Não de uma maneira que você tenha que ser paranoico e dizer: “Oh, meu Deus, eu não posso fazer nada. Estou sendo observado, e não posso ter um pensamento. Eles lerão a minha mente e qualquer outra coisa.” Não, eles estão vindo no amor. Eles estão chegando a um espaço de questionamento expansivo, querendo saber: “Como você vê as coisas? Como é na sagrada Mãe Terra?”

Você tem companhia. Você não está sozinho no Universo. Há aqueles que diriam: “O que temos aqui na Terra é o mais elevado do que pode haver”. E, então, você olha para a consciência coletiva que está sempre em guerra e diz: “Oh, meu, isto é o mais elevado que pode ser?” Se você tiver qualquer tipo de mente racional e coração, começa a dizer: “Bem, espero que possa haver uma evolução que esteja mais desperta para o Amor da Fonte.”

Você está sendo observado, mas de uma maneira que não é temida ou temível. Alguns de vocês foram levados a bordo da nave espacial, de modo que pudesse haver o intercâmbio da inteligência, mas aqueles que voltaram com as histórias terríveis, tiveram uma propensão em sua perspectiva para o medo. Assim, quando eles estiveram em uma experiência e, em seguida, vêm relatar a experiência, eles chegam de um espaço terrível, porque tudo é temível para eles.

Mas você tem muitos que tiveram a experiência e retornaram e sabem que eles estiveram em outro lugar, e sabem que foram cuidados de uma boa maneira. Assim, eu não lhe falo agora de uma maneira que seja para gerar o medo. Eu lhe falo de uma maneira onde você começará a estar aberto a saber que há muito mais, à extensão da Fonte criativa do que apenas a sua parte presente da realidade.

E você, quando enviar amor, receberá o amor de volta. Se viver no medo, isto é o que irá experienciar. Assim, aqueles que retornaram com histórias terríveis tiveram a propensão de encarar as coisas com medo. Estou lhe dizendo isto agora porque haverá mais troca de informações. Você está no limiar da expansão.

Alguns de vocês estão vendo os sinais nos campos (Nota Stela – crop circles) e sabendo que realmente há algo acontecendo lá, e há algo que está além deste plano da realidade – com “r” minúsculo – e, sim, é uma linguagem. É uma linguagem que diz: “Estamos aqui, também, e viemos em paz. Viemos no amor.”

É uma linguagem que, com o tempo, será decifrada, de modo que aqueles saberão não apenas por métodos científicos que foram colocados, mas, também, pelo coração, sentados em meditação, como outros fizeram em tempos passados, para receber a informação no amor.

Você não está sozinho. Sim, os seus guias, professores, mestres, aqueles que cuidam de você, eles estão com você, é claro, porque não há separação. Não há separação, e você não está separado de seus irmãos e irmãs do espaço.

Veja, o que eu estou tentando lhe dizer é que você é maior do que já se considerou ser. Você ainda vê os ETs como separados de você. Até quando eu falo deles, há um sentimento de: “Eles estão tendo uma experiência separada. Eles são diferentes de mim.” Sim, eles são, e não, eles não são. Eles são uma extensão de você, porque há somente o Um; uma extensão do Criador, tendo muitas experiências.

Vocês sonham que são muitos e, no entanto, é um sonho. É uma realidade – “r” minúsculo – que você joga. E, nesta realidade, aqui na sagrada Mãe Terra e na consciência coletiva que você vive e se movimenta e aceita como realidade, há a dualidade. Há, por um lado, um oposto por outro lado. Esta é uma crença de gerações que foi mantida por muito tempo nesta expressão, mas não é a verdade do seu Ser.

Você irá despertar deste sonho. Não é um erro. O sonho não é um erro, trabalhar no conceito da dualidade. Tem sido o Filho sagrado, a expressão da Fonte que diz: “O que podemos criar? O que podemos experienciar? O que é diferente da Unidade?”

Então, você traz a individualidade e diz: “Bem, eu sou um indivíduo. Você é um indivíduo. Somos todos diferentes, uns dos outros, um pouco. Todos nós temos experiências diferentes. E há nesta realidade o conceito da dualidade e isto é uma das regras do jogo. E se você quiser participar do jogo, aceite as regras deste jogo. Se não quiser participar deste jogo, vá e encontre outro jogo.”

Isto parece muito simples, e é verdade. Mentes afins se reúnem. Corações afins se reúnem. Você joga um pouco e quando se cansa de participar desta realidade, então, você retorna à Fonte e sai fazendo outra coisa. E quando eu digo sair, não é um corpo físico que sai. É um pensamento, uma expressão.

Você não está sozinho. Nós não estamos sozinhos. Você é grandioso; mais grandioso do que possa imaginar, e, então, você diz: “Meus irmãos do espaço são realmente avançados. Eles sabem como fazer todas as viagens espaciais e os padrões nas culturas, mas eu tenho talentos que eles admiram.” Você tem as suas perguntas que eles têm questionado. Você tem as suas respostas que você achou que eles querem saber.

Assim, haverá comunicação – já há comunicação – onde você conhecerá a união comum. Você conhecerá a expressão do Um – com “U” maiúsculo – nas muitas formas diferentes e nas diferentes expressões da forma e sem forma, na Mente.

Você é muito mais grandioso do que já lhe foi ensinado. Você é mantido no amor da Fonte, da qual acha que você viajou, mas, entretanto, você está ainda neste fluxo da Fonte, avançando. Esteja aberto e confie.

Que assim seja.

Jeshua ben Joseph
(Jesus) – expressando-se através de Judith Coates

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
http://oakbridge.org
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br