O Dia Perfeito

 

abraham

Bem, Abraham, se você estivesse em nosso lugar, o que você faria quando acordasse de manhã e que processos você usaria em uma base diária?

Abraham: Esta é uma grande questão. Não é? Porque isto depende das circunstâncias.

Circunstâncias diferentes requerem respostas diferentes, mas lhes daremos uma idéia aqui porque o que você realmente está perguntando é “Como eu poderia começar a aplicar esta infinidade de processos que recebemos ao longo dos anos?”

Começaríamos na noite anterior. Colocaríamo-nos em nossa cama e deitaríamos ali, e tentaríamos alcançar um sentimento de apreciação. Apreciaríamos nossa cama. Apreciaríamos nosso dia. Elogiaríamo-nos pelas realizações do dia, não importando quão grandes ou pequenas fossem. Faríamos nosso melhor para nos alegrarmos em nossa cama.

O final de seu dia perfeito

Antes de cair no sono, estabeleceríamos um pensamento, que é o que chamamos de pré-pavimentação, de agradável antecipação do amanhã. Diríamos algo como “Amanhã será um dia maravilhoso”. E então tentaríamos achar o estado do sentimento de um dos dias mais maravilhosos que já tivemos. Tentaríamos achar o estado do sentimento do acordar e estarmos alegres por estarmos vivos e sentindo felicidade sobre nossa experiência física de vida. Não gastaríamos muito tempo nisto porque você não quer estimular-se para um monte de pensamentos exatamente antes de tentar dormir. Tentaríamos apenas gerar o sentimento da apreciação sutil, o bom sentimento pacífico, amoroso.

Poderíamos dizer “E se eu sonhar e houver qualquer coisa importante, quero me lembrar”. Quando despertássemos de manhã, a primeira coisa que faríamos seria tomar conhecimento de estamos vivos e despertos no físico e, então, perguntaríamos “Eu sonhei?”, porque se você esperar muito tempo, você não se lembrará. Normalmente você não terá um sonho do qual se lembre, mas se você se lembrar de algo, então deite ali e tente recapturar o sentimento dele, porque o sentimento é o que lhe dá sua informação. Em outras palavras, as emoções que você sentiu em seu sonho são o contraste que lhe deixa saber o que você não quer e o que você quer, assim como seus sentimentos que você vive em sua experiência de vida real o ajudam a saber quando você está incluindo algo não desejado ou quando está incluindo algo desejado. Em seguida, deitaríamos em nossa cama por aproximadamente dois ou três minutos, apreciando confortavelmente. Agora, novamente, você pode sentir o que estamos dizendo sobre gerar um sentimento?

Você sabe, quando você dorme, seus pensamentos se retiram do físico. Assim, sua Energia, suas energias do corpo físico, é alinhada. Assim, primeiramente, quando você acorda, você é como um bebê recém-nascido. Você está alinhado. Você está sintonizado, encaixado em si e ligado. Você já acordou e sentiu-se imediatamente pesado quando voltou para a consciência? Isto não acontece todo o tempo, mas ocasionalmente isto acontece e isto é o sentimento de vir da pura vibração do Não Físico para a Energia mais densa e pesada do físico. E isto normalmente apenas acontece para você se você teve algum problema contra o qual está se debatendo, mas uma vez que você tem sua Energia alinhada, você não terá este sentimento pesado. Esther se lembra, nos dias iniciais em que conversava pelos Abraham, constantemente quando ela acordava de manhã, havia a sensação de seu corpo pesando mil libras quando ela vinha de uma vibração alta, rápida, para uma vibração mais densa, de um pouco de luta ou preocupação.

Começando seu dia perfeito

Uma vez que você tenha despertado e está deitado ali, como que apreciando por três, ou quatro, ou cinco minutos, seja lá quanto tempo você tenha, cinco minutos realmente é ótimo, então começaríamos a estabelecer algumas declarações do que antecipamos para esse dia. Agora, se você já praticou seus processos diários, você provavelmente tem algumas coisas alinhadas para esse dia. Mas e não, quanto mais cedo você fizer isto em seu dia, melhor. Assim, lhe encorajaríamos a se levantar, se pôr confortável, ir ao banheiro, escovar seus dentes, beber algo, talvez até mesmo comer um pouco do café da manhã.

Processo do Descanso de Pratos

O Processo do Descanso de Pratos é o mais efetivo que já vimos para começar o dia, e é aquele onde você, no lado esquerdo de uma página, lista as coisas que planeja fazer hoje. Seja verdadeiro nisto, não coloque 5.000 coisas na lista de hoje. Não ponha mais na lista do que você pode fazer hoje, ou ela o derrotará. Para começar, isto faz com que você se sinta oprimido. Siga adiante em sua lista de coisas. E no lado direito da página faça uma lista das coisas que você quer, mas que por alguma razão ainda não está apto a agir, e simplesmente os deixe vir livremente de você. Não carregue a lista dia a dia, dia a dia. Não faça conta dela. Apenas, a cada manhã, pergunte-se “Quais são algumas das coisas que quero e ainda não estou pronto para agir? Coisas que gostaria que a equipe Universal cuidasse” e simplesmente liste estas coisas porque tomar uma decisão sobre o que quero com uma atitude assim “não é para mim, mas quero isto feito” é um alinhamento muito bom de Energia. Normalmente se você disser “Eu quero fazer isso” e você sabe que não tem tempo, então sua Energia se divide mesmo quando você escreve aquilo na lista. Mas se você disser “Quero fazer isto e enquanto não tenho tempo, estou colocando em minha lista. Estou apenas dizendo ao Universo ‘por favor, trabalhe nisto para mim, sim?’”. Então há uma [sensação de] liberdade sobre isto. Não há resistência na vibração. Você está realmente fazendo o que Criação é. Você está definindo o que quer e permanecendo vibracionalmente fora do caminho daquilo. É isto. Então, nos moveríamos em nosso dia. Agora, se algo acontece, como alguém nos chamar ao telefone e tivermos pouco tempo para atender alguém em quem sentimos emoção negativa, então o processo que ofereceríamos é “Hummm, sinto emoção negativa”. Isto significa “estou com meu lápis no ventilador”, o que significa que estou incluindo em minha vibração algo que realmente quero excluir. Mas não há tal coisa como exclusão. Então, estou gritando “Não” àquilo, incluindo aquilo de qualquer forma, abaixando minha própria vibração, não permitindo meu Âmago de Energia e sujando minha vibração. Não quero fazer isto mais. Assim, “já que sei o que não quero, o que é que quero?”. E então faríamos a declaração do que quero.

O Processo da Roda do Foco

Agora, se você realmente quiser pegar o tempo para aclarar essa Energia exatamente agora, faça uma Roda do Foco. Em outras palavras, você tem este novo conhecimento recém adquirido do que você quer agora. Ele é mais forte e mais claro do que recentemente era. Em outras palavras, ele simplesmente aconteceu. Noticia de primeira mão. Está exatamente ali, grande e em alto e bom som. Você sabe que quer se sentir assim e assim. Então se sente com sua Roda do Foco, que é um pedaço de papel com um pequeno círculo no meio e simplesmente comece a estabelecer declarações. Escreva-as. Escrever é seu mais forte ponto de foco. Sua mente não vaga muito quando você escreve. Sua Energia não fica muito dividida quando você escreve. Você mantém sua vibração mais pura quando escreve. Então, comece escrevendo suas declarações à direita, ao redor do meio do círculo.

Faremos uma Roda de Foco relativa à emissão de nossa amiga sobre o telefonema de sua irmã a respeito do chucrute. Ela escreveria algo como “eu quero me dar bem com essa irmã maravilhosa. Prefiro quando estamos nos adorando e há muitas coisas sobre ela que são fáceis de adorar, e a vida é tão boa. Estou contente por vivermos juntas o bastante de forma que podemos trocar intimidade sobre a vida uma da outra, e vamos ter um tempo maravilhoso nesta festa de hoje, e o sentimento de estar ali será tão bom e percebo que nossa relação é maior do que este pequeno incidente estúpido. E assim, suplantaremos isso e nos sentiremos maravilhosas”. E no meio do círculo ela escreveria “Não estou feliz por ter esta pessoa em minha vida?”. Com um pouco de esforço, você se trouxe completamente não apenas de volta para o alinhamento, mas para um alinhamento mais forte, mais claro e melhor do que estaria, para começar, se o incidente não tivesse acontecido.

Pois na maior parte, é assim que viveríamos nossas vidas. Estaríamos cientes de que a maneira como nos sentimos é um indicador do que estamos vibrando.

Amo me sentir bem

Agora, em algum lugar ali, e você pode ou não fazer isto, mas ofereceríamos talvez cem vezes por dia um “eu amo me sentir bem. Eu amo me sentir bem. Nada é mais importante do que me sentir bem. Eu quero ser verdadeiro comigo mesmo. Quanto melhor eu me sinto, mais conectado estou”. Em outras palavras, faríamos muitas declarações deste tipo, lembrando-nos que o bom sentimento é realmente tudo o que na verdade importa. As pessoas às vezes se preocupam com isto. Elas dizem “Abraham, você é esquisito porque você está ensinando as pessoas a se sentirem bem e sobre o monstro que se sente bem quando faz algo monstruoso?”. E dizemos “ninguém já se sentiu bem quando não está em harmonia vibracional com seu Âmago. Você não precisa se preocupar.

Se você pode ensinar às pessoas como se conectarem com aquele sentimento de Bem-Estar ou com aquele sentimento de amor, ou com aquele sentimento de apreciação, e elas estiverem trabalhando para harmonizar seus pensamentos, palavras e ações com aquele sentimento, seus problemas cessam neste planeta. Ninguém jamais se debateria contra ninguém nunca mais sobre nada. Bom.

[Abraham]

 

Do Seminário em Napa, CA/USA, em 28/Fev/1997 – Tape G
trd: ll, sp, sp, br ~ Grupo Jardim Sagrado

http://metafisicamenteoficial.blogspot.com.br/

 

Anúncios

Como criamos as tragédias

 

brotos.jpg

Seth diz que as grandes (e pequenas também) tragédias que acontecem em nosso globo, são realidades criadas por nós – seja dando mais força aos contrastes (que é o que realmente são) para ampliar o potencial dos eventos futuros, seja escolhendo vivenciar essas realidades dando nossa energia, nossa contribuição, pró ou contra elas.

=======

 

“As tragédias nos jornais são símbolos…esses símbolos REPRESENTAM as tragédias “reais”, mas essas tragédias não existem em SEU momento, a menos que você esteja participando delas.“

“Os que estão envolvidos em tais tragédias sentem uma sensação de desesperança e da perda do poder no presente – E VOCÊ NÃO OS AJUDA ASSUMINDO O DISFARCE DA DESESPERANÇA!”

“O que estou dizendo essa noite é realmente simples…mas, você deve trabalhar a partir da força, não a  partir da fraqueza. Quando você está sobre uma costa firme, você pode estender seu braço para o homem que está na areia movediça.

Você não pode ajudá-lo pulando na areia movediça, pois certamente vocês dois irão pra baixo – e ele não lhe agradecerá!”

“Então, estamos fazendo isso como nação?”, Warren perguntou.
“Individualmente – quando você leu o seu jornal, quando você assistiu a sua televisão”, Seth respondeu. “Sempre que você olha ao redor e diz “os outros são tolos”; sempre que você olha ao redor e diz “a raça está se arruinando – isso É insano”; você está fazendo a mesma coisa – você está pulando na areia movediça e não tem como ajudar””.

Organize sua realidade de acordo com sua força; organize sua realidade de acordo com seu prazer; de acordo com seus sonhos; de acordo com seu contentamento; de acordo com suas esperanças – e DAÍ você poderá ajudar os que organizam a própria realidade de acordo com os próprios medos.

Seth/JRoberts

Do livro ‘Conversations with Seth’, Cap.20
trd: ll, sp, sp, br

http://metafisicamenteoficial.blogspot.com.br/2016/09/como-criamos-as-tragedias.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/fTujG+(Metafisicamente)

[www.metafisicamente.com.br]