Dúvidas sobre a transição planetária – canalizadores

DÚVIDAS SOBRE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA: CANALIZADORES
Por Paula Harada
04 de novembro de 2018

Mesmo com diversos livros antigos ou atuais, religiões e profecias que apontam para o tema Transição Planetária, atualmente, com a internet, a maior fonte de informações sobre esse assunto vem de Canalizadores.

Sucintamente, o canalizador é um mensageiro da Luz, um canal da Luz. Uma canalização é como uma psicografia, só que ao invés de mensagens de espíritos, são de seres galácticos, ou se preferir, extraterrestres.

Muitas vezes, também são denominados Mestres Ascensos ou Ascencionados, arcanjos e avatares ligados à Grande Fraternidade Branca.

E como em todas as áreas de discussão, existem controvérsias e, também, as fake news…

Para ajudar quem está confuso com tantas informações, resolvi colocar meu relato, não para confrontar aqueles que seguem convictos em outra visão, mas para quem está aberto e precisando receber alguma clareza.

Há quatro anos, quando comecei a pesquisar a fundo sobre o assunto e ler muitas canalizações, percebi que já havia lido algumas no passado, e lembrei-me do porquê não havia me identificado: apesar de sempre acreditar na existência de outros seres além da humanidade, me sentia desconfortável com algumas leituras onde o tema extraterrestre era muito intenso.

Linguagens estranhas, denominações de naves, seres, confederações, hierarquias galácticas, armas e dispositivos de tecnologia alienígena, enfim, muitas denominações ou até invenções… E, em minha representação interna, soava como um roteiro de ficção científica.

Apesar disso, entendia que ainda existia uma crença limitante em mim em relação ao assunto E.T., vou lhes contar sobre isso…

E VI E SENTI OS PLEIADIANOS…

Há uns dez anos, fui em uma Transmissão da Christine Day, que declara ser a embaixadora dos Pleiadianos aqui na Terra. Durante a bela “cantoria” e transmissão, eu os vi!

Aliás, vi com meu terceiro olho, vi suas silhuetas em forma de luz violeta brilhante, seres altos e longilíneos, e o mais importante, senti suas vibrações de Amor e Luz, foi muito emocionante e muito marcante. Até ali, eu tinha em minha mente de que eram Seres de 5D – Quinta Dimensão, que naquela época, não entendia direito o significado, era novidade para mim.

Tempos depois, novamente a australiana estava no Brasil e fui pela segunda vez com um amigo. Porém, naquela noite, diferente da primeira vez, ela contou que viu uma nave Pleiadiana pousar em seu quintal! Lembro-me que levei um susto!

“Nave??? Como assim?!”

O primeiro impulso do meu corpo foi abaixar/encolher-me na cadeira de vergonha por ter dado um aval ao meu amigo. Olhei pra ele, e ele nem tchum, estava animado prestando atenção nela. E naquele momento, observei minha crença.

Foi apenas um primeiro impulso, pois, minha mente corria para quebrar a crença: “Já era…! Já os vi, já os senti, já acredito, e seja qual denominação derem à Eles, não posso dizer que isso é fake, muito pelo contrário, eles são de muita Luz.”

Hoje, acredito em teorias de que existe sim uma conspiração, daqueles que tomam o poder mundial com a criação de crenças e pressupostos, para que tenhamos em nossas mentes a representação de que os “aliens” são seres malignos que querem dominar o planeta, ou então, apenas ficção cientifica que se colocada no “mundo real” faz a gente rir do que parece ridículo para a nossa mente previamente domada.

Portanto, quando comecei a ler sobre as canalizações, o que me fez continuar era a lembrança da minha experiência, da minha visão e sensação em relação a Luz dos Pleiadianos.

ME LIVRANDO DOS FAKES

Mesmo com a âncora dos Pleiadianos, chegou uma hora que não dava mais, percebi que tinham muitos, e muitos fakes…

Lembro-me de uma canalização de Yeshua/Sananda, ou seja, Jesus Cristo, em que ele dizia que: ”o ser humano é ridículo!”

Outro que me marcou, foi de uma pessoa que se considerava um ex-canalizador e em sua enorme narrativa, demasiadamente revoltado, alertava as pessoas de como os seres escuros o enganaram fingindo serem Mestres Ascensos.

E o que mais me incomodava nas canalizações eram os relatos da ativação do Nesara (que, sério, nem vale comentar) e das ações malignas dos denominados “seres da cabala escura” ligada aos Illuminatis.

Me veio o pensamento: “você parou de assistir ao Jornal Nacional (ou qualquer outra bad vibe) para começar a ler noticias ruins das galáxias?! Fala sério… Parei.”

Apesar de eu ter nascido dentro da espiritualidade, tenho uma mente bem racional… Era muita informação fake misturada com bons conteúdos que podiam ser de verdadeiros Seres de Luz, ou não… Não tinha como saber. Não mentalmente… Veja bem:

No mesmo dia ou, no máximo, no dia seguinte em que resolvi parar de ler canalizações, bati o olho em uma, de Ashtar Sheram, (o tal comandante estelar, que eu sinceramente, achava uma “brisa”… Mas, depois, obtive uma boa explicação do Lalá, o ufólogo Laércio Fonseca, se quiser pesquisar).

O titulo era algo como: “Cuidado com os fakes!”, neste texto, Ashtar Sheram nos alertava para tomar cuidado, pois, existiam muitos falando em nome dele com falsas mensagens e intenções. Explicou que toda a mensagem que vinha Dele, ou dos Seres alinhados à Luz, vinham com um código de Amor que Eles inseriam energeticamente em cada texto. E que se nós prestássemos atenção no Conteúdo energético da mensagem, poderíamos facilmente identificar se o fizéssemos com nosso coração, ou seja, sentir o código.

A VERDADE sobre ASHTAR SHERAN

Para mim, isso foi claramente uma comunicação, eram Eles respondendo a minha decisão, eram Eles me orientando a continuar e como continuar. Tive muitas experiências parecidas com essa, onde a resposta ou, mais comumente, a confirmação de meu próprio insight ou mensagem que Os Mestres me enviavam, vinha magicamente em textos de canalizadores.

Mas, a mágica e “o meu acreditar” não estavam nos textos, e sim, na experiência que obtive através da comunicação com ELES, sem precisar necessariamente “vê-los” em minha frente. Essa comunicação com o Universo se dá através dessas sincronicidades mágicas.

Uma coisa que faço questão de colocar é que, se encontrar um canalizador que considerar fake, não o julgue. Pode ser que ele seja um mau-caráter, se aproveitando da situação para enganar os outros. Mas, acredito que muitos são pessoas de bem sendo enganada por espíritos, infelizmente por estarem alinhados na mesma energia. Podendo ser espíritos brincalhões, trevosos, ou mesmo, ludibriados.

No plano astral, existem diversos mundos, onde alguns espíritos desencarnados são ludibriados pelos próprios egos. Alguns acreditam serem Jesus, ou outro tipo de messias, e passam a visitar médiuns e canalizadores comunicando suas falsas mensagens, mas, acreditando que falam a “verdade”.

ONDE LER CANALIZAÇÕES COM CÓDIGOS DE LUZ

Acostumada a ouvir a voz do coração e ligar o sexto sentido, continuei a ler as canalizações e, seguindo minha intuição, comecei a peneirar as informações. E lia apenas aquelas que me traziam esse código energético de Amor e um Conteúdo de Luz, geralmente de Arcanjos. E também, aquelas onde o filtro do mensageiro não usava uma linguagem tão “galáctica”, mas este último, era apenas uma questão de gosto pessoal.

Observei ao longo dos anos, que era notável quando bons canalizadores pareciam ser dominados pela tal cabala escura, pois só falavam dela, e como sabemos, quanto mais se fala, ou se lê, mais se coloca energia naquilo.

Observei também, que após esse filtro, muitas vezes eu caía no mesmo blog de canalizações, e esse mesmo blog parava de postar os mesmos canalizadores que eu considerava que se perderam. Sem eu nunca ter comentado nada.

Havia uma sintonia entre esse blog e meus estudos, ou melhor, havia uma sintonia de valores com a pessoa que postava neste blog: Stela Lecocq Müller, do blog De Coração a Coração.

Com o passar do tempo, eu nem pesquisava mais, corria direto para o blog, pois a Stela já tinha selecionado os artigos que condiziam com o código que eu esperava. Sentia que seu trabalho estava em alinhamento com o meu, cada uma em sua forma de transmitir.

Este blog é uma indicação que tranquilamente lhes repasso, por acompanhá-lo por todos esses anos. Mas, é claro que existem outros, liguem a anteninha do coração e da alma e percebam o código, não importa a fonte de canalizadores e sim, seu discernimento.

MENOS INFORMAÇÃO, MAIS AÇÕES DE LUZ…

Se você acompanha meu trabalho, sabe que, para mim, não importam as denominações dos Seres. O que mais importa é que eles estejam alinhados à Luz, à Fonte Divina. Pois, se assim forem, ELES são UM, vivem na Unidade, e portanto, não se importam com o nome ou imagem que damos. Nós é que nos importamos, e só por isso, eles usam avatares.

Dentro dessa visão, não importa se são extraterrestres ou arcanjos.
Sendo Seres que são unos com a Fonte, é deles que seguirei e sigo as orientações.

E como saber se são Seres de Luz?
A frequência vibracional é o ponto determinante.

Sinta o código do Amor nos textos de canalizadores, ele traz uma espécie de calor no coração. Se lhe der medo ou outra negatividade, esqueça, pare de ler, pois nenhum Ser de Luz nos trará informações de medo.

Quanto a percepção da presença de Seres, tenha a mesma atitude, não será com a mente, ou olhos, que saberá se são enganadores ou fakes, mas sim, através da percepção energética (sensação, emoção e/ou sentimento).

A forma mais eficaz é observar a elevação do seu estado energético. Esses verdadeiros Mestres têm muita Luz, não tem como não perceber , inundar-se e preencher-se da gigantesca Luz que Eles emanam.

E a mensagem vem de dentro, através do seu EU Superior, do nosso Mestre Interno, a parte de nós que é igual a Eles.

Hoje, deixo a comunicação com o Universo, que muitas vezes vem em forma de sincronicidades, trazer em meu Fluxo as canalizações que preciso ler naquele momento presente.

E em muitos dos meus momentos de ascensão na escada evolutiva do Ser, os Mestres me deram um toque: “menos informação”, “menos conhecimento livresco”.

A informação serve para acalmar a mente do que é desconhecido.
Obtemos conhecimento, mas, tudo em excesso é nocivo, pode nos levar ao fanatismo.

É importante obter um Norte, mas, o mais importante é que sua vibração se alinhe às frequências da Quinta Dimensão. Explicarei melhor sobre isso em um outro artigo, mas basicamente é cuidar das energias que rondam seu campo magnético, ou seja, esteja em vibe boa!

Aprenda a fazer conexão com o Universo, sem muita necessidade de “pombos correios”. Agradeça aos mensageiros, e passe a criar seu laço de Comunicação Direta com esses Seres plenos de Luz, isso Os fará muito contentes.

Eles não cansam de dizer: “Estamos aqui por vocês, para orientá-los e ampará-los nesta grande mudança. Nosso Amor é seu! Chamem-nos com todo fervor de seu coração e atenderemos imediatamente com alegria e disposição.”

A canalização, assim como religiões ou mesmo livros, são apenas pontes entre você e a Luz.
Toda essas mensagens, sendo da Luz ou não, vêm com algum filtro do mensageiro.
O canal é importante, até que faça sua conexão direta.

Conecte-se com seu Eu Superior para ter acesso à Fonte, e aos Seres que, amorosamente, nos esperam em uma realidade dimensional acima desta.

Boa jornada, estamos quase lá!
Namastê,

PaH e os Mestres

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO 
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
https://namascrazybypah.wordpress.com/2018/11/04/duvidas-sobre-a-transicao-planetaria-canalizadores

 

Anúncios

Depressão espiritual – a alma com saudade de casa

DEPRESSÃO ESPIRITUAL:
A ALMA COM SAUDADES DE CASA
Por Paula Harada
06 de Setembro de 2018

Existem momentos em que o Universo nos pede para dar um tempo…
Um tempo para nós mesmos.

Os tempos são desafiantes para os mais sensitivos, as energias do planeta estão confusas e perturbadas. Geralmente, reagimos nos fechando em uma “bolha”, que nos protege das energias do mundo e, ao mesmo tempo, nos isola para observarmos e nos aprimorarmos como Seres em evolução.

Sempre fui uma pessoa sociável, mas, em muitos momentos de minha vida, passei por fases de profunda introspecção e reflexão. E nesses momentos, sinto um chamado para ausentar-me um pouco e tirar a atenção do caos material, ignorar as notícias tristes e revoltantes e afastar-me, momentaneamente, daqueles que me rodeiam, sejam em festas, multidões ou redes sociais.
E neste ano, mais do que nos outros, ecoam chamados para um preparo interno.

Percebo que, no inicio deste ano, muitas pessoas passaram por grandes desafios, internos e externos, emocionais e materiais. Assim como eu, muitos Despertos olharam àqueles momentos como uma limpeza profunda, intensa e altamente necessária.

A partir do segundo trimestre, pudemos experimentar alguma sensação de alívio, e com isso, respirar e curtir um pouco a paisagem… Mas, logo após, para quem se observou, notou-se uma sensação de desânimo e cansaço, como se alma gritasse: “Basta!”

O equinócio está chegando e os portais energéticos continuam se abrindo, um a um, como grandes holofotes vindos do cosmos, além de alterarem todo campo magnético da Terra, funcionam também como “imãs” ou “aspiradores” que sugam das entranhas de nosso Ser e trazem à tona tudo aquilo que deve ser limpo de nosso sistema interno. É um preparo e um chamado para a humanidade.

“Muitos serão os chamados, mas poucos serão os escolhidos”

Não acredito que essas foram as palavras do Mestre Jesus, pois não há sentido de igualdade. Acredito que foi mal interpretado ou manipulado, e seria algo como: Todos serão chamados, mas poucos escolherão ouvir.

“Poucos” não significam metade da população do planeta, mas, ao que tudo indica, será um terço dividido em três grupos, ou como dizem: “três ondas de Despertar”.

Sendo isso simbólico, ou não, para mim, esse “pouco” é o suficiente para observar que, embora a jornada inicial seja solitária, estamos rumando ao mesmo Destino: a Era de Luz, ou seja, um mundo melhor em altas frequências, em uma nova realidade com a humanidade filtrada e repaginada.

E ao tomarmos Consciência disso, torna-se um desafio não ter expectativas com consequentes frustrações… É aí que entra a “ferramenta” ao qual estamos sendo preparados e orientados, há tempos, pelos grandes mestres da humanidade: a Paciência.

DEPRESSÃO OU SAUDADES DE CASA?

Na jornada do autoconhecimento e espiritualidade, as perguntas primordiais: “Quem sou?”, “De onde vim?”, “O que vim fazer?”, “Para onde vou?” são respondidas uma a uma, resultando em novas perguntas.

Resumindo…

Somos Seres espirituais vivenciando uma realidade material, dual e “ilusória”.

Somos partes da Fonte, da Luz, de Deus, do nome que quisermos dar, mas somos parte de uma Unidade.

Viemos com um Propósito, uma Missão, tendo o Livre Arbítrio de cumpri-los ou não.

Retornaremos à Unidade, após obtermos “aprendizados” experienciados em inúmeras realidades dimensionais.

Se suas respostas são similares as minhas, talvez possa compartilhar também, das sensações que essa Consciência nos traz, e já que o tema é a depressão, vamos às sensações “negativas”:

Conscientes destas respostas, nossa Visão da Vida, seu Propósito e Sentindo mudam, as regras e deveres da sociedade nos parecem incoerentes, nos fazendo sentir como um peixe fora d’água…

Dessintonizados do mundo, alienados, diferentes, sem encaixe.

No nível de Evolução do Ser que a humanidade geral se encontra, ainda cega e adormecida, despejando vibrações negativas na atmosfera, sobretudo, maldade e desrespeito trazendo dor e sofrimento, nos sentimos energeticamente ameaçados, saturados e esgotados.

Mesmo dentro de comunidades, que, a princípio, parecem condizer com nossas crenças, as pessoas parecem agarradas em suas próprias verdades, tornando-se fanáticas e limitadas a conhecimentos obtidos em livros, sejam esses considerados sagrados ou não. Ou também, guiadas por um modismo, que leva à crença de superioridade por praticarem determinada atividade, ou até formas de alimentação.

Nos últimos tempos, os pequenos afazeres do dia-a-dia, nos parecem extremamente chatos, repetitivos e trabalhosos, uma vez que já experimentamos, enquanto almas, a facilidade de manifestar rapidamente qualquer coisa que quisermos (em sonhos lúcidos, por exemplo).

No passado, quase acreditamos que seríamos fracassados por não participar da “corrida da vida” da mesma forma que todo mundo. E ao sair da Matrix, só de imaginar em passar a vida inteira atrás de dinheiro, carreira, constituição de família, imagem e posição social nos dá sono… Não nos faz sentido algum.

Apesar de amar a humanidade, a vida e as bênçãos que ela traz, e de estarmos em constante dedicação para nos manter centrados, positivos e em gratidão, estamos intensamente cansados dessa longa jornada que não demonstra mudanças significativas em termos de evolução de planeta, humanidade, bondade e Amor.

Estes são apenas alguns exemplos de eventuais instantes de inconformidade, intolerância e saturação dos quais podemos observar sem nos autocriticar ou trazer um pensamento positivo para esconder essas vozes que ecoam dentro de nós.

E apesar dessas sensações, sentimentos e pensamentos serem sutis e sem grandes dramas, podemos parar para ouvir e acolher nosso espírito, principalmente, quando sentimos algo parecido com isso:
“A vida não parece um presente.” (e, em seguida, nos sentimos culpados e ingratos)

Mas, após livrar-nos da frustração e entrar em um estado meditativo e expandido, poderemos ter a sensação de que sim, ela é um presente, mas, já foi “usado”, em muitas e muitas encarnações, ou seja, mesmo que nossa alma ainda tenha um longo caminho, esse planeta tornou-se uma “escola defasada” em termos de evolução.

A 3D, ou, essa existência material, é pesada! Literalmente.
Existem a gravidade e a dualidade nos desafiando a cada respiração.

Enquanto continuamos respirando, o tempo “voa”… Agora, mais esquisito do que nunca.

E caminhando por este tempo linear, existe aquela parte de nós que ocasionalmente se manifesta, mostrando-se excessivamente cansada dessa vida em uma realidade com vibrações tão densas…

E, secretamente, esta parte deseja ir embora deste caos.

QUEM GOSTA DO MUNDO COMO É, FARÁ DE TUDO PARA MANTÊ-LO COMO ESTÁ.

E QUEM NÃO?

Chegamos a um estado de evolução onde essa existência nos sufoca… “Já deu, basta!”

E é por isso mesmo que está em Transição, em mudança. E não é por acaso que estamos aqui, toda mudança pede agentes de transformação. Somos esses agentes.

Quanto maior for a limpeza, maior será a sensação de Vazio interno.

E neste espaço de grandes vazios, podemos ter sensações que nos levam a questionar se estamos mentalmente depressivos.

Não posso dar um diagnóstico médico, mas a espiritualidade me deu um diagnóstico claro, que nomeei: Depressão Espiritual, ou seja, é a alma sentindo saudades de “Casa”, de uma realidade em altas frequências, do nosso Lar espiritual com nossa família de Luz, em estado de leveza, completude e verdadeira união.

E os Mestres da Luz orientam que está tudo bem, é natural sentir-se assim depois de tomar a Consciência do Ser. Este Vazio não é facilmente preenchido com vivências do dia a dia, o Ser grandioso que habita em nós pede e reivindica essa grandiosidade de Luz no mundo.

E a alma que conhece sua Luz e leveza, não está confortável neste planeta. E não é para estar. E tudo bem, também, não apreciar a vida em todos os sentidos e não estimar o mundo. Quem veio para contribuir na grande mudança do mundo, não gosta e sente vontade de abandoná-lo, pois não há conformidade com o espírito…

É algo bom estarmos inconformados.
Esse desgosto e desconforto nos transformam em agentes de mudança.

Paciência, amorosamente Eles pedem, não estamos sozinhos, existe um vasto “exército” de Seres de Luz acompanhando e orientando-nos nessa Transição e agradecem profundamente por termos escolhido estar aqui, encarnados, nestes tempos de mudança.

E mais: Seremos devidamente recompensados com o que está por vir.

Confie! – Eles repetem incansavelmente…

E deliberadamente: Elevem-se!

Se você não gosta do mundo, talvez, você esteja aqui para mudá-lo.

Cada agente (ou se preferir, trabalhador da Luz), veio colaborar com uma parte, alguns farão doações monetárias ou de serviços à sociedade, outros se focarão na orientação da saúde física, mental, emocional ou energética.

Alguns estão aqui para defender a natureza e os animais, outros, para clamar por igualdade e justiça, e outros ficarão em quietude manipulando e transmutando as energias do Universo. Mas, não existe um agente “perfeito” trabalhando com eficácia em todos os sentidos que julgamos serem os “corretos”.

A imperfeição é uma condição humana. Então, não critique aqueles que julga estarem no “caminho errado”, ou por não estarem na mesma “batalha” que a sua, cada um é responsável por discernir a sua parte.

E se assim nos respeitarmos e conscientizarmos, juntos manifestaremos uma realidade tão sublime, que no momento, o cérebro humano é incapaz de conceber. Acredite se quiser…

Existem “Destinos” distintos para cada Ser, todos irão vivenciar suas “verdades”, sejam elas o Apocalipse ou a Nova Era de Luz. É uma escolha, e o Livre Arbítrio é eterno.

Este é um assunto bastante complexo, envolvendo realidades paralelas, que abordarei mais para frente, mas posso adiantar que nenhum ser humano tem a capacidade cerebral de explicar ou compreender exatamente como será, mas podemos ter alguma noção vinda de nossa Centelha Divina.

Jesus Cristo já alertou: é a separação do joio e do trigo.

Para construir um mundo diferente deste, é preciso pensar e agir diferente da massa. Então, neste momento, apenas esteja ciente de que o desgosto pela vida e mundo e seu estado inconformado são essenciais para movimentar a Grande Mudança.

Consciente disso, adquira Paciência, esperança, motivação e, especialmente, Confiança no Plano Superior e escolha sua “batalha” por um mundo melhor. E se ela for muito “fora da caixa” e diferente da população geral, você estará no “caminho certo”? Talvez…

Para ter certeza, precisamos consultar nosso Eu Superior. Há tempos, todos os grandes Mestres já nos orientaram e continuam repetindo incansavelmente para seguirmos um caminho diferente: Só existe um caminho para a Luz: o caminho do Amor.

Namastê e boa jornada!

PaH

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO 
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
https://namascrazybypah.wordpress.com/2018/09/06/depressao-espiritual-a-alma-com-saudades-de-casa/