Manifestando o coração

MANIFESTANDO DO CORAÇÃO
Por Suzanna Kennedy

(repostagem)

Qual é a diferença ao manifestarmos de nossas mentes e por que nós gostaríamos de mudar a forma com que estivemos manifestado?

Quando manifestamos do coração, nós estamos nos conectando com os nossos próprios Eus Divinos e o nosso próprio Plano Divino.

O nosso Plano Divino é usualmente muito mais grandioso, muito mais rico, e muito mais abundante do que as nossas mentes podem conceber. Por que?

Porque a nossa mente está ainda se apoiando em algumas crenças limitantes.
Ela pode ainda estar vindo de um espaço de carência, de medo, de insegurança.

Quando nos conectamos com o nosso Eu Divino, nós nos lembramos de que somos criadores poderosos. E compreendemos que tudo na criação já está criado.

É a mente que mantém esta noção de tempo.

Quando ela pensa sobre o que ela gostaria de criar, olha em volta no mundo físico e nada vê, a mente acredita que isto não existe. E, entretanto, isto existe – em algum lugar.

Vamos observar mais atentamente a função da mente e como ela se relaciona com a nossa experiência como seres espirituais.

A mente desacelera o fluxo da criação que atravessa a nossa consciência. Ela desacelera, de modo que vocês possam olhar mais cuidadosamente. É como mudar a velocidade de um filme e reduzir a sua velocidade, de modo que vocês possam vê-lo, imagem por imagem. A mente faz isto, de maneira que vocês possam compreender e aprender de sua experiência.

Ela pode observar os relacionamentos entre causa e efeito.
Ela armazena as percepções e crenças que tem sobre o que ela observa.

Estas percepções e crenças não são verdadeiras; elas são apenas a sua interpretação do que vocês estão observando. Mas a mente, após notar um relacionamento similar de causa e efeito algumas vezes, estabelecerá isto como uma crença e tratará como uma verdade sobre como o mundo funciona. Estas crenças estabelecem uma estrutura para as futuras criações geradas pela mente.

O nosso Eu Divino não tem tal estrutura e assim ele tem muito mais liberdade para criar coisas mais maravilhosas do que a mente possa imaginar.

Outra função da mente é como um filtro. Há tanto acontecendo na criação. A mente remove a maior parte disto, então vocês podem se focalizar em uns alguns objetivos essenciais neste mundo físico. Quando a mente recebe muita informação dos sentidos, ela sobrecarrega e não pode compreender a informação.

Uma das coisas que está acontecendo em nosso planeta é que a nossa consciência está se expandindo e permitindo que mais experiência, mais informação passe por ela ao mesmo tempo. É por isto que nós temos uma sensação de que o tempo está se acelerando e muito mais está acontecendo em um dia.

O tempo não se acelerou.
A nossa consciência se expandiu e mais está passando através dela.

Quando a consciência se expandir completamente, nós estaremos conscientes de tudo imediatamente, e a ilusão do tempo se dissolverá.

Era a isto que os Maias estavam se referindo quando previram o fim do tempo.
Não é o fim do mundo. É quando a nossa consciência se expandir para incluir tudo simultaneamente.

A simultaneidade em tudo já existe; as nossas mentes apenas não entenderam ainda.
Tudo na criação já existe.

Este é um planeta de livre escolha. Então para cada pequena decisão que vocês façam, há um você que toma uma decisão neste plano físico, e um você alternado que toma a outra decisão em alguma outra dimensão ou plano físico.

Richard Bach escreveu um grande livro que ilustra isto, chamado Um.

Eu o recomendo intensamente, para os Deuses e Deusas Humanos Divinos, para ajudá-los a compreender tudo simultaneamente – ou Um.

Então a grande decisão para os Humanos Divinos que criam o Céu na Terra é, “de todas as realidades possíveis que já existem, qual é que eu quero trazer para este plano físico, a fim de vivenciar?”

Como Humanos Divinos Criadores, é o nosso privilégio, a nossa responsabilidade, tomar estas decisões. Então como nós as escolhemos e como nós as trazemos para este plano físico?
Uma vez que alcancemos certo ponto em nossa evolução da consciência, isto será automático.

Mas agora, o que eu proponho aqui é um plano de transição, enquanto nós estamos atravessando dois mundos entre a realidade de terceira dimensão e a realidade de quinta dimensão. Nós podemos chamar esta parte de Plano da Ponte do Arco Íris.

E, a propósito – uma característica da realidade de quinta dimensão é esta simultaneidade em tudo.Vamos usar uma metáfora por um momento. Dado que toda a criação já está criada, vamos imaginar que para cada realidade possível, já está feito um filme ao qual vocês podem assistir.

Então imaginem que vocês vão caminhar para a Biblioteca de DVDs da Ponte do Arco-Íris, para escolherem um filme. Bem, vocês podem imaginar quantos DVDs há. Como vocês escolhem um? Há um bibliotecário lá para ajudá-los.

O bibliotecário pergunta, “Como vocês gostariam de se SENTIR?”

Sentimentos estão no coração, não na cabeça.

Quais são as características dos sentimentos da experiência que vocês estão escolhendo?

Então voltem à metáfora do filme…

Atualmente, quando vocês se dirigem para uma loja de vídeos, os filmes estão frequentemente organizados em categorias. Então vocês querem experimentar um drama, um filme de ação, uma comédia romântica, um filme de horror?

Eu frequentemente prefiro comédias românticas. Mas há muitas pessoas que realmente gostam de uma boa aventura de ação com tiros e sangue, e mesmo aquelas que realmente gostam de estimular a sua adrenalina com um filme de horror.Quem sou eu para julgar o que as outras pessoas possam querer experienciar – seja em um filme ou em sua realidade física?

Isto é onde entra a Compaixão.
Compaixão é o não julgamento.

Compaixão é compreender que nós somos todos Humanos Divinos que criam a nossa própria realidade – seja consciente ou inconscientemente. Não é para eu olhar para alguém mais e dizer, “você parece estar sofrendo, então eu vou lhe tirar do seu melodrama e arrastá-lo para a minha comédia romântica”.

Não. Como Humanos Divinos, nós vemos a divindade em todos os outros e sabemos que a algum nível do seu ser, por qualquer razão, eles escolheram o filme exato em que eles estão estrelando.

Como professores da Nova Energia, é possível que a nossa risada seja tão alegre que outros possam notá-la. E se eles dissessem a vocês, “Você parece estar se divertindo muito em sua comédia romântica, enquanto eu estou sofrendo através de outro melodrama. Como eu posso estrelar em minha própria comédia romântica?”

Então, e somente então, eles estão prontos.

Fiquem certos, se vocês usarem a clareza em suas crenças limitadas, baseadas no medo, e vocês manifestarem do coração, vocês poderão estrelar em qualquer tipo de filme que queiram.
Vocês atrairão atores que queiram participar do mesmo filme de vocês.

Aqueles que estiverem ainda escolhendo o melodrama, não perceberão mais vocês.

Se vocês não liberam, estão limitando as crenças baseadas no medo, a sua mente continuará a remover a informação e as oportunidades que lhes permitiriam manifestar o desejo do seu coração.

Então, voltem à Biblioteca de DVDs da Ponte do Arco-Íris…

O Bibliotecário os orienta com alguma clareza sobre o que vocês gostariam de sentir nesta experiência. Este sentimento, a vibração disto, estabelece uma frequência ressonante, que automaticamente busca o filme na biblioteca que combine com isto e ele exibe o nome e o local na tela do computador.

O bibliotecário localiza o filme e o coloca na máquina de reprodução para que vocês o vejam.

Vocês assistem ao filme, e naturalmente, é muito mais maravilhoso do que vocês poderiam ter imaginado – porque o seu Eu Divino escreveu o script.

Então agora vocês têm uma escolha se vocês querem deixar este filme na Biblioteca da Ponte do Arco Íris, que é a realidade não manifestada, ou trazê-lo para este plano físico, de modo que vocês possam participar dele ativamente.

Esta é a diferença entre fantasia e manifestação.
Vocês estão vendo uma realidade potencial em ambos os casos.

Quando vocês fantasiam, sua mente diz, isto não é possível em minha vida, então eu apenas apreciarei isto aqui na tela de cinema da minha mente. Cada vez que vocês fantasiam, vocês dão mais energia a esta realidade alternativa e vocês a mantêm viva para algum você alternativo, escolhendo não ancorá-la neste plano físico.

Então se vocês quiserem realmente experienciá-la neste plano físico, vocês precisam ir um pouco adiante.

Escolham-na e ancorem-na, sintam-na.
Aceitem-na em seu coração para sentirem a experiência emocional.
Sintam-na, como se já estivesse acontecendo, com ricos detalhes.
Sintam a alegria, sintam a gratidão.
E então, enviem-na para a Terra.
Ancorem-na nesta realidade física.

Na Nova Energia, para os Humanos Divinos, quando vocês tiverem se libertado da matriz baseada no medo, manifestar o seu desejo do coração, vai ser fácil.

Uma palavra ao sábio…
Para aquelas manifestações de mudança de vida, mais complexas, multi-facetadas, vocês devem continuar a cuidar de sua criação, dando-lhe energia e estando abertos a permitirem que ela se revele.

Uma vez que a sua manifestação comece a tomar forma, vocês devem empregar a Integridade Divina e a Disciplina Divina.

A Integridade Divina, como sabem aqueles que passaram pelo Programa da União Sagrada, significa perguntar ao seu Conselheiro de Integridade a cada vez que vocês tiverem que tomar uma decisão. O seu Conselheiro tem dado acesso ao seu Plano Divino e o checará para alinhamento.

Então por exemplo, digamos que vocês foram convidados para uma reunião social após o trabalho. Vocês estão cansados e realmente gostariam de ir para casa e se deitarem. A Disciplina Divina entra e diz, cheque com o seu Conselheiro de Integridade. A Disciplina Divina tem sempre que checar com o seu Conselheiro.

Em um caso, o seu Conselheiro de Integridade pode observar o seu Plano Divino ( analisando em um agora simultâneo que não passou pela sua consciência ainda), e vê que há uma pessoa nesta reunião social que poderá abrir a porta para uma importante oportunidade que lhe trará um dos desejos do coração que você manifestou.

Para estar em Divina Integridade com o seu Plano Divino, que você manifestou, você precisaria usar a Disciplina Divina e ir à festa, ainda que estivesse cansado. Uma vez que tome esta decisão, o seu Eu Divino fornecerá a energia que você precisa para ir à festa, ter bons momentos e fazer esta importante conexão.

Em outra noite, o Conselheiro de Integridade pode olhar para o seu Plano Divino e dizer que nada que tenha importância poderá acontecer nesta reunião e seria melhor que você fosse para casa e descansasse.

A Disciplina Divina pode também ser empregada para dirigir a sua mente quando ela apresenta medos e dúvidas sobre a sua habilidade de manifestar os seus sonhos. Perceba-se e acabe com a conversa negativa da mente. Então, traga conscientemente a sua atenção, e a criação, para o seu coração, novamente.

Sinta a alegria e a gratidão, sabendo que já está assumindo a forma.
Quando puderem sentir a alegria e a gratidão em seu corpo emocional, então as envie para a Terra.

Se você não emprega a Disciplina Divina e a Integridade Divina, a sua criação se manifestará – em outra dimensão e você poderá não alcançar a experiência neste plano físico de existência.

MÉTODO SIMPLES DE CRIAÇÃO

Aqui está o método para manifestar criações simples.

Traga a sua atenção ao seu centro cardíaco no meio do seu tórax.
Visualize um grande número 8, o símbolo do infinito, sobreposto em seu corpo.
O centro, onde os dois laços se unem, está em seu centro cardíaco.
O laço da parte inferior está ao nível dos seus pés, relaxando-se na superfície da Terra.

Nós lançaremos o laço de cima para a Biblioteca de DVDs da Ponte do Arco-Íris – que é a realidade não manifestada, e como um laço, nós atrairemos para baixo a sua criação (representada por um DVD) desta dimensão para este plano físico.

Como exemplo: você está a caminho de uma reunião e encontra um congestionamento de trânsito. Você percebe que isto o fará atrasar para o seu compromisso. Em sua mente, decida sobre o que você gostaria de ver acontecer. Poderia ser algo assim: “Você está chegando ao local da reunião, se sentindo relaxado, confiante e é recebido afetuosamente e lhe é dito: “Que tempo perfeito você chegou”.

Agora, olhando para cima (a realidade não manifestada parece que está acima para mim), encerre a sua criação em uma esfera de compaixão. Então envie o laço de cima do seu número 8, dê uma laçada na esfera e então a traga para baixo, para o seu coração.

Quando a esfera da compaixão que contém a sua criação estiver em seu coração, sinta como você fica relaxado, sinta a gratidão por você não deixar o seu amigo esperando.
Permita-se sentir a gratidão do seu amigo pelo seu tempo perfeito.
Permita-se sentir a alegria que a sua manifestação assumisse a forma tão facilmente.

Energize a criação na esfera com esta energia emocional do seu coração e então a envie ao núcleo da Mãe Terra. Dê-lhe um momento para que leia a esfera, e então use o laço da parte inferior do número 8 para trazer a esfera novamente para o seu coração.

Então relaxe e dirija com confiança para o seu compromisso.

Este método simples leva apenas alguns segundos.
Vocês se surpreenderão com os resultados.

É fascinante observar como a criativa Mãe Terra, o seu Eu Divino e as outras forças invisíveis, são os que trazem suas manifestações a vocês. Isto poderia acontecer de inúmeros modos, então não tentem imaginá-los.

Deixem ir o COMO.
Deixem-no ir, totalmente.

Vocês têm que deixá-lo ir,a fim de permiti-lo acontecer de um modo mais fácil, mais criativo. Entreguem-se ao fato de que a sua mente não sabe COMO fazê-lo.

Mas o seu Eu Divino sabe.

Permitam que o seu Eu Divino faça o seu trabalho.
Divirtam-se e apreciem a mágica.

CRIAÇÕES MULTIFACETADAS

O processo para a manifestação multifacetada de criações de mudança de vida, é realmente o mesmo. Entretanto, a mente humana, sendo tão curiosa como ela é, gosta de saber o que está criando com ricos detalhes. Então a única diferença aqui é nós gastarmos um pouco mais de tempo, olhando o que o nosso Eu Divino designou para nós.

Então, para propósitos instrutivos, eu os encaminharei através do processo usando
“a manifestação de um novo lar”, como um exemplo.

Para a sua conveniência, eu produzi um CD chamado “Manifestando do Coração”, que os orientam a um estado teta profundo de consciência, que facilitará o acesso ao seu Eu Divino e criativo. Mas algumas pessoas podem alcançar sozinhas o teta, então façam uma tentativa.

Criem um espaço confortável, relaxado, seguro e amoroso que os apoiará ao fazerem uma viagem dentro de vocês. Preparem o seu espaço. Eu os recomendo que façam deste um tempo muito sagrado. Afinal, vocês estão criando a sua versão do Céu na Terra.

Coisa muito importante:

Assegurem-se de que não sejam perturbados ou interrompidos.
Assegurem-se de que o ambiente é aquele que promova uma sensação de segurança e relaxamento.

Tenham um bloco de anotações e uma caneta à mão.

Vocês estarão assistindo a um filme que já está feito; observem-no de aspectos muito diferentes, e vocês estarão anotando o que vocês vêem.

Agora, não se desencorajem se vocês realmente “não verem” isto como um filme na tela de sua mente. Algumas pessoas têm uma visão interior, alguma não. Eu não. Eu sou sensitiva, o que significa que a informação chega a mim por meios não visuais.

Subitamente eu já sei de algo que eu não sabia antes.
Então, eu sou capaz de traduzir este conhecimento em uma imagem visual e posso usar palavras visuais para descrever o meu conhecimento.

Alguns de vocês podem se ouvir descrevendo o filme, ao invés de vê-lo realmente.
Alguns até serão capazes de sentir o gosto, o cheiro e o tato.
Quaisquer que sejam as maneiras que a sua criatividade lhes fale, apenas sigam-na.
Apenas comecem a anotar e isto fluirá.

Nesta visualização criativa, mais freqüentemente, vocês estarão observando passivamente e tomando notas. Não deixem que a sua mente pense sobre o que ela gostaria e então crie imagens. Ao invés disto, se focalizem nos sentimentos que vocês gostariam de ter (permanecendo no coração), observem então o que o seu Eu Divino apresenta a vocês.

Primeiro, dediquem algum tempo deixando claro sobre como vocês querem se SENTIR vivendo neste novo lar.

O que sentem na primeira vez que se encaminham para a porta e têm o conhecimento absoluto de que esta é a casa dos seus sonhos?

O que sentem ao se levantarem de manhã e abrirem os seus olhos?
Como se sentem quando quiserem relaxar?
Como se sentem quando quiserem ficar sozinhos?
Como se sentem quando querem compartilhar com outros?
Como se sentem ao entrarem pela porta após estarem fora?
Como se sentem quando estão ocupados e têm muito a realizar?
Como querem a transição de sua residência atual para a nova residência?
Como as cores, visões, sons, cheiros, os afetam?

Como esta casa afeta aos seus sentimentos de segurança, proteção, conforto, alegria, beleza, sustento e estímulo?

Escrevam estes sentimentos e os levem com vocês quando forem ao encontro do Bibliotecário na Biblioteca de DVDs na Ponte do Arco-Íris. Então, isto se trata de usarem a sua imaginação como uma ferramenta criativa. Entretanto, ao fazê-lo, fiquem em um estado de ser relaxado e receptivo.

Então se imaginem subindo por uma escada ou por um elevador e chegando na Biblioteca de DVDs da Ponte do Arco-Íris. Cumprimentem o Bibliotecário e sintam a acolhida, o amor incondicional e o apoio.

Se vocês fizeram O Programa de União Sagrada, o seu Conselheiro da Abundância pode atuar como o Bibliotecário. O Bibliotecário pergunta o que querem manifestar e como gostariam de se sentir quando isto já tenha tomado forma. Leiam o que vocês escreveram e se permitam tanto quanto possível a sentirem estas emoções agora.

O Bibliotecário faz algo (permitam a sua imaginação a apenas testemunhar o que seja), que lê as frequências que vêm de seus sentimentos e então seleciona um DVD da Biblioteca que se equipare a isto.

O Bibliotecário coloca o DVD em um aparelho de reprodução e vocês o observam ou o experienciam.

O Bibliotecário operará os controles e ajustará o filme, de forma que vocês possam assisti-lo de várias perspectivas diferentes. As perspectivas que eu uso vem do Baguá de Feng Shui.
Eu os especificarei aqui.

Então anotem o que vocês experienciam ao se focalizarem em cada uma destas categorias.
Eu continuarei com o exemplo de manifestar uma nova casa e relacionarei cada categoria a este tipo de manifestação.

Relacionamento/Amor/Casamento: Como esta casa afeta o seu casamento ou o seu relacionamento amoroso? Se vocês estão em um atualmente, observem ou sintam se esta casa apóia um novo relacionamento que está entrando em sua vida? Se afirmativo, como se sentem ao ficar na casa com esta pessoa? Que tipos de coisas vocês estão fazendo juntos?

Filhos/Criatividade/Projetos Criativos: Como este lar afeta os seus filhos, se eles vivem com vocês? Eles estão felizes aqui? Vocês podem vê-los se divertindo? Ela os estimula? Que características da casa eles apreciam? Como se parecem os seus quartos? Se os seus filhos não vivem com vocês, vocês podem vê-los visitando-os aqui? Esta categoria também se aplica aos filhos no sentido de seus projetos criativos e a sua criatividade em geral. Em que tipos de projetos criativos vocês estão engajados? Como esta casa apóia a sua criatividade? Ela é calma, privada? Ou talvez vocês sejam estimulados por muita atividade.
Pessoas Benfeitoras/Úteis/Sustentadoras: Que pessoas se apresentam para apoiá-los na compra, no aluguel, e na manutenção da casa? Como a sua vida nesta casa os afeta? Se vocês trabalham em casa, seus benfeitores podem ser os seus compradores/clientes. A casa está equipada com um escritório ou sala de reuniões? Como é o acesso a sua casa? Há um estacionamento adequado? A sua casa apóia reuniões? Quantas pessoas poderiam se reunir lá? Que tipos de atividades vocês percebem acontecendo?

Carreira/Objetivo de Vida: Como esta casa apóia a sua carreira ou o seu objetivo de vida?
Se vocês trabalham fora de casa, como o local e o ambiente apóiam a sua carreira ou seu objetivo de vida?

Habilidades/Conhecimento/Critérios: Que novas habilidades, conhecimento, e critérios, requerem nesta casa? O que vocês precisam saber sobre esta casa? Que habilidades vocês necessitariam ou usariam para mantê-la? Que critérios vocês mais usam em relação a esta casa? Que habilidades/conhecimento/critérios do seu passado (vidas passadas), esta casa estimula ou apóia?

Família/Fundamento/Estrutura: Qual é o verdadeiro fundamento, plano, estrutura da casa? Quais são os quartos nos quais a família dorme? Como se parece cada quarto?

Prosperidade/Abundância: Como é que a sua prosperidade e abundância afetam ou são afetadas por esta casa? Como a casa promove e apóia a sua prosperidade e abundância? Quais características da casa ou propriedade expressam a sua prosperidade e abundância?

Fama/Reputação: Como o mundo exterior os vê em relação a esta casa? O mundo exterior está convidado a entrar, seja literalmente ou energeticamente?A casa apóia um conceito solitário, privado (que é totalmente apropriado para algumas pessoas), ou é convidativa, atrativa, acenando aos visitantes? Como a casa expressa a forma pela qual vocês querem projetar a sua energia no mundo?

Saúde/Coração: Como esta casa apóia a sua saúde? Há um suprimento de água fresca? Há espaço para um jardim orgânico? Há qualquer prejuízo para a vida alinhar a energia que percorre a propriedade? Como o seu coração, tanto físico, quanto emocional se sente aqui? Como esta casa os encoraja e os apóiam, ao cuidar bem de sua saúde? A casa é amorosa com a Mãe Terra?

Após completarem a sua lista, se tiverem outras perguntas, perguntem ao Bibliotecário para conectar com uma perspectiva que lhes dará as respostas.

Exemplos de perguntas adicionais:

Mostre-me como eu descubro primeiro esta casa.
Quando vou descobri-la?

Mostre-me, movendo ao longo da linha do tempo de agora em diante, que oportunidades se apresentarão, que portas serão abertas, como acontecerá a transição daqui até lá?

O que precisa acontecer para trazê-la à forma?

Que Disciplina Divina eu devo empregar para me alinhar, para trazer isto à forma na linha de tempo dada?

Quando tiverem todas as suas questões respondidas, então vocês precisam se decidir se querem trazer esta casa em sua realidade manifestada ou não. Caso afirmativo, informem ao Bibliotecário a sua decisão.

Imaginem o Bibliotecário segurando o DVD que representa a realidade holográfica que vocês querem trazer à forma. O Bibliotecário cria uma Esfera de Compaixão, coloca o DVD dentro desta esfera rosa, e então coloca a esfera sobre a sua cabeça.

Criem um número 8, certificando-se de que os dois laços se cruzem em seu coração.
Então enviem o laço de cima do seu número 8, para cima, façam uma laçada na esfera e então a tragam para baixo, para o seu coração.

Quando a esfera da compaixão que contém a sua criação estiver em seu coração, entrem no sentimento. Saibam que neste momento vocês estão manifestando o lar dos seus sonhos, sintam alegria e gratidão. Sintam todos aqueles sentimentos com os quais começaram a sua criação. Sintam a alegria quando colocarem os pés na casa, pela primeira vez. Sintam a sua gratidão quando acordarem pela manhã em sua nova casa. Sintam como é viver lá e retornar para lá após um afastamento. Sintam como se isto já estivesse acontecendo agora.

Sintam a fragrância da cozinha ou do jardim. Ouçam os pássaros, toquem a estrutura dos móveis. Vejam a pintura das paredes.

ESTEJAM LÁ AGORA e sintam alegria e gratidão.

Energizem a criação na esfera com esta energia emocional do seu coração e então a envie para o núcleo da Mãe Terra. O momentum da esfera estenderá durante todo o tempo, o laço inferior do número 8 para o Coração da Abençoada Mãe Terra. Dêem-lhe um momento para ler a esfera, e então usem o laço inferior do número 8 para trazer novamente a esfera para cima, para o seu coração.

Sintam as bênçãos e o apoio da Mãe Terra, e então enviem a esfera para o Universo para reunir forma. Deixem-na ir. Deixem-na flutuar, para longe e fora de sua vista.

Relaxem, sabendo que ESTÁ FEITO.
DEIXEM-NA IR.

Esqueçam-se dela.

Deixem-na ir com o pleno conhecimento de que a vontade manifesta é um dos mais importantes aspectos da manifestação. Se vocês se agarram a ela com preocupação, dúvida e desmerecimento, vocês bloqueiam a sua manifestação.

A Esfera da Compaixão ajuda a proteger a sua criação dos pensamentos e energias da preocupação, da dúvida e do desmerecimento.

Mas vocês devem também empregar a Disciplina Divina e façam a sua parte, permanecendo abertos aos milagres que poderão se revelar, trazendo-lhes o desejo do seu coração.

Fiquem presentes no AGORA tanto quanto possível.

Analisem com a sua orientação interior sempre que tiverem que tomar uma decisão.

Ouçam a sua intuição.

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO 
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Por Suzanna Kennedy – suzannak@verizon.net
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
http://www.realitycrafting.com/
Reality Crafting fornece inspiração, ferramentas e apoio para facilitar a sua transformação para o Humano Divino, co-criando o Paraíso na Terra.

Anúncios