Tempo de rendição e de grande mudança.

rendição.jpg

TEMPO DE RENDIÇÃO E DE GRANDE MUDANÇA
Jenny Schiltz
02/10/17

Este blog vem acontecendo por um longo tempo porque estive pesquisando palavras para ajudar a comemorar este momento. A única forma que posso descrever este momento, com precisão, é dizer que é de rendição. Nunca enfrentamos esse tipo de energia antes e tudo está literalmente mudando.

Trata-se de nos pedir que libere e receba simultaneamente tudo o que somos, tudo ao mesmo tempo. Pede-nos para liberar o modo como pensamos que as coisas devem ser neste processo; como deveriam parecer e como deveriam olhar (principalmente lá fora).

Reafirmar e criar limites

Desde o eclipse de agosto muito coisa se abriu, há um contato maior e frequências mais elevadas. As mudanças que essas frequências estão fazendo em nós e em nossa Terra são astronômicas.

Pode parecer que vocês estão sendo bombardeados por mil raios diferentes de energia ao mesmo tempo. Se não tivermos limites e permitirmos que tudo isso entre em nosso campo, vamos nos sentir muito desenraizados e mal-humorados. Não só precisamos de limites em nossa realidade de vigília, como também precisamos de limites na realidade invisível.

Parte disso é para que pratiquemos nossos limites e possamos perceber quais as frequências que combinam com a vibração pessoal da nossa alma. Não precisamos mais tomar as frequências de outras pessoas, podemos nos conscientizar delas, de modo que possamos ajudar, mas não é nosso trabalho assumi-las.

Não precisamos mais deixar que as explosões de energia nos derrubem e nos impeçam de funcionar. O que a minha equipe me disse é que está tudo certo para qualquer um de nós dizer que não consegue lidar com isso. Que se eu não posso lidar com essas atualizações com FACILIDADE e GRAÇA, então, elas precisam ser desaceleradas. Isso é o que significa praticar a sua mestria.

É importante notar que as atualizações são diferentes da limpeza. E quando alguém está passando por uma profunda limpeza, pode se sentir completamente sobrecarregado e implorar que pare e, no entanto, não faz porque não pode.

Se qualquer um de nós tiver frequências internas que não possam permanecer nas linhas de tempo superiores, elas surgirão reiteradas vezes até que sejam solucionadas e liberadas. Isso é para que possamos combinar a frequência vibratória onde estamos atualmente descansando e encontrando conforto.

Se vocês estiverem se sentindo completamente sobrecarregados, com dores no corpo, sofrimento emocional e a mente dando voltas, isso pode não ser em função das atualizações, mas sim, o corpo se purificando.

Quando a pessoa está se sentindo derrubada devido à limpeza, é um bom momento para realmente cavar fundo e ver o que está precisando ser visto. Em seguida, olhem e veja onde essa linha de pensamento, programação ou crença começou. Se começou a partir do momento em que vocês nasceram, então, precisa ser curado a partir daí e não simplesmente verificar como isso os afeta no momento presente.

Ancorar no novo

Muitos estão no processo de separar-se de uma realidade e ancorar em outra. Aqui está um link para mais informações (LINHA DE TEMPO TEMPORÁRIA DA 5ª DIMENSÃO ESTÁ DISPONÍVEL!) sobre a mudança das linhas de tempo.

Durante esta etapa, as coisas podem ficar realmente complicadas. Itens podem ser perdidos, transações podem desaparecer, inclusive e-mails e números de telefone. Temos apenas que rir da confusão e nos render ao processo. Fisicamente, dentro da forma, isso pode ser bastante desafiador.

É aí que sentimos tonturas, a sensação de não estar completamente na Terra e com isso pode surgir lesões. Portanto, se vocês estão se sentindo trôpegos, torcendo os tornozelos, tendo dores nos quadris e nos joelhos, são sinais de que vocês realmente precisam ancorar-se. Muitas pessoas estão utilizando cristais e aterrando para ajudar a ancorar em sua nova localização.

Assim como é preciso desconectar-se de uma realidade, deve-se ancorar em outra. O que descobri ser melhor para mim é tomar uma respiração profunda desde o topo da cabeça, como se meu chacra coronário tivesse pulmões.

Realmente, tomar uma profunda respiração, inspirando em tudo o que há e depois exalando em direção à base dos meus pés com a intenção de ancorar solidamente na linha do tempo ou na realidade que se adequar melhor a mim. Seja o que for que funcione melhor para vocês está perfeito, basta saber que ficamos facilmente sem ancoragem agora com todas as mudanças que ocorrem.

Manter a luz

Muitos estão descobrindo novas atribuições, novos papéis e capacidades que surgem, e com isso, vem muito entusiasmo e um pouco de confusão. Conforme praticamos o nosso poder e incorporamos tudo o que somos, estamos constatando que o nosso mundo está mudando muito. Uma sensação de não precisar mais se esforçar para obter algo, mas de que está tudo dentro, apenas esperando para ser desembalado.

Confiar no processo é uma necessidade absoluta, mas este é também um momento para ser forte de exercitar o que se quer e o que se precisa. Manter a luz não é mais uma expressão, mas um requisito dessas energias. Qualquer coisa menos do que isso e pode-se sentir bastante emaranhado nas emoções de outras densidades.

Quero compartilhar uma experiência pessoal que me ajudou a compreender a importância de manter a luz e a minha vibração:

Eu estava em meditação, quando me vi andando em uma estrada e estava acompanhada do meu Eu Mais Elevado. Estávamos conversando e surgiu um gigantesco barranco. Não havia jeito que eu pudesse atravessá-lo, mas o meu Eu Superior persuadiu-me a dar um salto e atravessá-lo. Em minha mente, eu estava pensando que seria uma experiência semelhante a Jesus caminhar sobre a água.

Então, dei um passo e caí… caí completamente no fundo do barranco. Após superar meu choque inicial, percebi que o fundo mantinha todas essas emoções dolorosas e pessoas lutando: dor, trauma, ganância, carência, guerra, violação…o que se mencionar, estava lá. Pude sentir isso penetrando em mim, reduzindo minha vibração e meu corpo físico estava doendo.

Comecei a entrar em pânico e ouvi o meu Eu Superior dizer: “Faça o seu melhor”.

Percebi que ele queria que eu deixasse brilhar a minha luz. Comecei a enviar ondas de amor do meu chacra cardíaco. Independentemente se foi recebido ou se isso ajudou, visto que cada pessoa tem a própria jornada, eu estava simplesmente enviando sem me apegar a um resultado.

Descobri que as energias não estavam mais se infiltrando em mim, meu corpo cessou de doer e fiquei impressionada em me encontrar lentamente subindo aquele barranco. Quando cheguei em cima, eu estava do outro lado e o meu Eu Superior deu-me parabéns. Então, ele me disse para olhar para o barranco.

Algumas das almas tinham se envolvido na luz e no amor incondicional e estavam utilizando isso como uma corda para avançar. Ele me disse assim: “Se você tivesse ficado perdida naquelas frequências, você não poderia ter ajudado ninguém. Acima de tudo, faça o que você faz melhor e não se sinta culpada porque não se perdeu nas emoções.”

Foi uma lição muito importante, relatada de uma maneira que eu captei completamente.

Também é hora de olhar para tudo e determinar o que vocês não querem. E isso pode ser importante, principalmente se vocês não estão seguros acerca do que querem. Ser capaz de definir o que não se adequa mais à sua realidade é muito, muito importante.

Então, uma vez que aquilo que não serve mais foi determinado, deem os passos para seguir adiante. O que venho testemunhando, com os meus clientes e comigo mesma, é que, uma vez que se comprometa e se tome as ações, as portas se abrem e as energias nos impulsionam.

É também compreensível que, mesmo que as coisas não pareçam estar no fluxo, elas de fato estão fluindo. Recentemente tive uma cliente que seguiu a orientação para fazer uma grande mudança geográfica. Ela achou um apartamento que pensava ser conveniente, mas com a mudança, constatou ser horrível. O apartamento tinha questões ambientais que teriam causado problemas em seu sistema sensível.

Ela então, exigiu que o corretor de imóveis encontrasse um novo apartamento que fosse adequado, mas havia uma espera de duas semanas em que ela teria que morar em um hotel. Seu sistema de orientação lhe disse para fazer uma viagem e que aproveitasse, visto que ela estaria em um hotel de qualquer maneira.

Como vocês podem imaginar, o humano está querendo saber onde ela errou. Como perdeu a orientação? Como saiu do fluxo? O espírito, por outro lado, estava em êxtase. Eles estavam emocionados porque ela se recusou a se comprometer e ficar em um apartamento ruim.

Eu não consigo dizer-lhes quantas vezes os trabalhadores da luz permaneceram em situações menos que as ideais, porque sentiram que deviam estar ali para injetar luz. Isso é praticar o auto sacrifício e não a mestria.

O espírito ficou também feliz porque ela escolheu esse resultado, ou passou no teste, se vocês quiserem, porque eles tinham um propósito maior para ela na viagem. Nem uma vez durante todo o evento ela esteve fora do fluxo. Somente a percepção humana é que sente dessa maneira.

O espírito me disse que se pode estar no fluxo e ainda ter eventos que são considerados indesejáveis. Pensem no pneu furado que os impediu de estar em um acidente desagradável a alguns quilômetros à frente.

A única vez que saímos do fluxo é quando não nos honramos. É aí que a confiança e a fé entram em tudo o que está acontecendo para o seu bem mais elevado. Isso é render-se ao fato de que não conhecemos o cenário maior.

Honrar o corpo enquanto estiver online

O corpo está também solicitando um papel maior em nossas vidas. Durante muito tempo, disseram-nos que não somos o corpo, que somos muito mais e isso é verdade. Todavia, o corpo é uma parte essencial disso – estamos ascendendo com o corpo, um ponto que não podemos nos esquecer. É o corpo que contém o DNA ancestral e as lições das vidas passadas.

Nossas células detêm os traumas desta e de outras vidas. O corpo é que foi descartado, julgado e abusado muitas vezes na jornada terrena. Nossa alma simplesmente observou as vidas, o corpo realmente as viveu. É o corpo que está sendo transformado, à medida que nos tornamos mais cristalinos e menos à base de carbono. É o corpo que está passando por isso, enquanto acolhemos mais de nossa alma e o que isso significa em termos físicos.

Somos convidados a unir nossa consciência com a consciência do corpo. Somos convidados a escutar o corpo, honrá-lo e ajudá-lo a liberar de qualquer forma que pareça adequado. Temos a tendência a ficar zangados com os distúrbios corporais, todos os sintomas da ascensão, dores e nos sentir fora do centro durante essas intensas atualizações.

Isso não é diferente de quando ficamos indignados ou temerosos quando a Terra se purifica por meio de furacões, terremotos, inundações e incêndios. É o momento em que começamos a nos conectar, escutar e nos permitir, e à Terra, experimentar o que precisa ser enfrentado com plena confiança.

Reservem um momento, fiquem tranquilos e simplesmente perguntem: “Corpo, o que você precisa?” e, então, deixem que a resposta venha como uma voz, uma imagem, um sentimento ou uma emoção. Na primeira vez que fiz isso, ouvi uma voz suave, porém muito clara: “Eu preciso que me ame e preciso de mais água”.

Quando comecei a trabalhar com a energia dos meus órgãos reprodutivos, visto que eu estava tendo flutuações hormonais, eu imediatamente vi Satanás, Lilith e uma maçã vermelha. Bastou um momento para que eu percebesse que esses símbolos se relacionavam ao “pecado original”.

Essencialmente, minha criação católica e a doutrinação de que as mulheres foram a causa da queda do homem se instalaram em meu corpo. Conforme estamos ancorando o Feminino Divino cada vez mais, é muito importante que eu trabalhe com o corpo e o que foi guardado nas células.

Ao negligenciar esse aspecto da minha jornada, quer não querendo estar no corpo, quer não vendo a contribuição e o valor do corpo, isso impediria o meu processo. Minhas flutuações hormonais eram uma pista de que essa área precisava de atenção, amor e cura.

Nunca em milhões de anos eu realmente pensei que uma parte da minha forma mantivesse condicionamentos de meus anos anteriores, isso não é algo que minha mente tivesse inventado. Eu, portanto, confiei no corpo para me mostrar a disfunção.

Chega-se à compreensão de que a dor, a ansiedade e a depressão não são seus inimigos. São de fato amigos que nos ajudam a orientar em uma direção. Nosso trabalho é compreender os motivos por trás do que sentimos, e agirmos para corrigir a situação, por meio de ações ou mudanças de percepção.

À medida que avançamos, o corpo precisará estar na frente e no centro como o veículo divino de nossa alma.

Envio-lhes muito amor e a coragem para que se rendam a tudo que vocês são.
Obrigada a todos que compartilham e apoiam este trabalho.
Isso significa o mundo.

Jenny

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Direitos Autorais: Site original: www.channelingthemasters.wordpress.com
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com
Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade

Anúncios

Compreender o que está ocorrendo com as mudanças na Terra

terra.jpg

COMPREENDER O QUE ESTÁ
OCORRENDO COM AS MUDANÇAS NA TERRA
Por Jenny Schiltz
09/09/17

Eu recebi essa pergunta e sei que está nas mentes de muitas pessoas, portanto vou compartilhar a resposta aqui com todos vocês.

Jenny – O que está acontecendo com todos esses desastres naturais: furacões de costa a costa e agora um terremoto no México? Como ficar sem medo?

RESPOSTA:

Pense nisto como um esclarecimento. À medida que estamos removendo nossa densidade, passamos por muitas emoções, ataques e gritos, muitas lágrimas. A Terra tem que remover sua densidade também.

Disseram-me que esses dois furacões não foram devido às consecuções humanas (sei que há muita discussão a esse respeito, mas eu confio no que recebo) e sei que todos os reinos: humano, vegetal, animal e mineral fecharam um acordo para participar desta purificação.

Sob o ponto de vista humano, pode ser muito difícil observar as pessoas lutando e a perda de vidas. A única forma de manter-se afastado do medo e do sofrimento é ver isso sob a perspectiva da alma.

Quando entrei em contato com a energia do furacão Harvey, disseram-me diretamente que eu não devia tentar diminuir o que precisava acontecer. Com o Harvey, eu pude ajudar a abrir os portais para que os vegetais, animais e humanos atravessassem com facilidade e graça.

Com o furacão Irma, disseram-me novamente não, contudo deram-me a permissão de remover a força desta tempestade ampliada pelo medo e a propaganda.

É importante lembrar de que embora sejamos seres muito poderosos que podem afetar essas coisas, ainda precisamos pedir permissão quando curar – não importa se uma tempestade ou uma pessoa.

Nem sempre vemos o plano mais elevado, de modo que devemos perguntar e confiar na resposta.

Nada disso nega a necessidade de compaixão e cuidados com todos que estão passando por esses desastres. Embora sob a perspectiva da alma possamos compreender que esses eventos são para a purificação, em nível humano, não.

Portanto, somos convidados a agir de qualquer maneira que combine conosco.

Conheço algumas pessoas que adotaram animais para liberar espaço para aqueles que foram afetados pelas tempestades. Outros estão arrecadando alimentos e roupas. Ainda outros estão doando dinheiro e alguns estão enviando energia para todos os afetados. Tudo isso ajuda e tudo isso importa.

Permaneçam fortes todos vocês.
Envio a todos vocês muito amor.

Jenny.

Direitos Autorais: Site original: www.channelingthemasters.wordpress.com

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com
Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade desta informação exatamente como se encontra aqui e incluindo todos os links acima e os links da publicação original.

Grande impulso nas energias pedindo-nos para intensificar

grande

GRANDE IMPULSO NAS ENERGIAS
PEDINDO-NOS PARA INTENSIFICAR
Jenny Schiltz
01/07/17

Embora as energias do solstício e da Lua Nova estejam diminuindo, não há muito adiamento neste momento. Às vezes, pareço um disco quebrado, ao discutir os efeitos mentais, emocionais e físicos das frequências mais elevadas que chegam.

No entanto, o que estou sentindo com essa última explosão de energia é um impulso, um grande impulso, para que sejamos o nosso eu mais autêntico. Minha avó iria se referir a isso como uma energia indecisa, usando a gíria como expressão.

Para aqueles que estão na jornada há algum tempo, há uma sensação de ação, de fazer e de criar ENQUANTO SE ESTÁ SENDO.

Durante a maior parte de nossas vidas, fomos seres orientados para a ação, nos esforçando e alcançando algo, seguindo com o que era esperado de nós pela sociedade, amigos e família.

Tínhamos uma visão do que era ideal e fomos atrás, embora isso deixasse muito de nós vazios. Então, o mundo mudou, o universo conspirou para nos abalar. Enfrentamos a destruição. Alguns dentre nós experimentaram a destruição da saúde, finanças, segurança, relacionamentos, empregos, até o lugar onde vivíamos.

Alguns simplesmente tiveram essa sensação de que estavam vivendo uma mentira, que havia mais lá fora, mas que eles não podiam definir com exatidão. O espírito fez tudo o que foi necessário para chamar nossa atenção, para nos tirar do dia a dia, que estava apenas empilhando mais camadas do véu, ano após ano. O que quer com que nos identificamos foi despojado.

Em meio a toda a destruição, buscamos e buscamos, e encontramos nossa alma. Começamos a ter um vislumbre de quem verdadeiramente somos, sem todas as crenças e expectativas que carregávamos. Não tivemos escolha, senão aprender como SER, que éramos dignos e corretos por simplesmente estarmos vivos.

Tínhamos que aprender a SER quando as energias nos derrubaram, aprender a SER quando sentimos que tudo com que contávamos como garantido nos foi tirado. Tivemos que aprender a confiar no processo, honrá-lo e fazer o trabalho árduo de purificar nossos corpos emocionais e mentais.

Agora estão nos solicitando, cada vez mais, que voltemos lá, o tempo de encapsular-se acabou. Para aqueles que estiveram ativos, há um grande impulso para expandir-se, tornando-se mais do que nunca pensaram que pudessem ser. Há um impulso gigantesco para liberar todos os nossos medos e reservas, e sermos exatamente quem somos, sem desculpas.

Durante anos, os mestres falaram acerca de se tornar um farol para conduzir outros para fora da escuridão. Para aqueles que estão nessa etapa, é realmente o que vocês se tornaram. Vocês estão se transformando em exemplos para os demais, enquanto se lembram de que o farol fica no litoral e não se aventurando na tempestade.

Como se pode guiar quando se está perdido? Não existe abnegação no novo paradigma, não há débito que precise ser reembolsado e, quando oferecemos algo, o fazemos a partir de um coração puro. Aprendemos que não nos colocarmos em primeiro lugar e honrar nossa alma é retroceder, e que as repercussões em nossa saúde emocional e física seriam rápidas.

Agora é a hora de “botar a mão na massa”, o encapsulamento ou a quarentena acabou.
O que isso significa vai variar de acordo com cada pessoa.

Alguns vão se encontrar acessando posições ou localizações de alta densidade, outros simplesmente se expandirão para mais de quem eles são, enquanto ainda outros constatarão que devem deixar a segurança do ninho e voar.

Lembrem-se, um farol deve estar no limite entre a terra e o mar para servir, um farol sem litoral faria muito pouco. No entanto, escolher “botar a mão na massa” é perfeito para vocês.

Como humanos, tendemos a querer que tudo seja perfeito antes de agirmos. Queremos estar cem por cento seguros e em constante alinhamento com o processo antes de agir. Contudo, se esperássemos por esse dia, não agiríamos nunca. Considerem isso o seu estágio. Vocês estão aprendendo a retornar a FAZER enquanto estão SENDO.

Esse conceito de voltar lá fora, seja o que isso signifique para vocês, pode parecer aterrorizante e esse medo sozinho pode fazer com que vocês não ajam. Resolvam-se e escutem com o seu coração – o que a sua alma está dizendo? Às vezes, o passo mais difícil e maior é o primeiro.

Venho sentindo esse impulso nas energias, durante algumas semanas, e a mesma coisa foi expressa por alguns dos meus clientes, pois alguns sentiram uma inquietação, um anseio por alguma coisa, que muitas vezes é indefinível. Como sempre, o espírito me mostra de tal modo que eu realmente compreenda o que está acontecendo.

Durante a noite passada, sonhei com a casa da minha avó. Tinha um grande jardim, com árvores frutíferas, e estava repleto de vida. Esse lugar era o meu santuário, minha paz. Havia muitas pessoas ali, visto que era uma casa aberta, e eu averiguei sobre a possibilidade de comprá-la. Então, ouvi: “Jennifer!” e me chamou a atenção de que era a voz da minha avó. Ela faleceu em 2015.

Entrei na cozinha, e ela me disse: “Sente-se e tome um pouco de café”. Ela, então, continuou a dizer-me que eu precisava parar de olhar para trás, e passar a olhar para frente. Que eu realmente não tenho uma casa desde que perdi minha fazenda em 2012. Que era hora de fazer meu santuário, um lugar próprio para estar. Isso foi muito preciso, eu vinha hesitando.

Ela, então, disse: “E você precisa decidir o que quer fazer, não importa o que, apenas decida.”

Perguntei-lhe o que ela queria dizer, e descobri que estávamos de pé em um corredor com três portas, que continham futuros possíveis. À medida que eu abria cada uma, ela disse: “Se isso é o que você quer, será uma boa vida, mas somente se for o que você deseja.”

Percebi que o único requisito para escolher era – eu queria?
É o que fará o meu coração se alegrar ou eu estou escolhendo com base no medo?

Enquanto eu olhava para a porta de número 3 e o seu potencial, perguntei: “Se eu escolher esta, meu marido e o pequeno ficarão bem?”. Ela me olhou e disse: “Deixe que o espírito resolva. Você tem que confiar. “ Lá estava… eu poderia confiar nesse futuro possível, confiar que o espírito me orientasse, confiar que não importa do que é feito o bem mais elevado ou se recuo para ilusão da segurança?

Eu escolhi a porta de número 3, visto que fez o meu coração disparar. Ela disse: “Bem, então, entre e feche a porta atrás de você.” Fiz isso e fui imediatamente cercada por minha equipe que me parabenizou. Eles me explicaram que não havia escolha errada, conquanto qualquer escolha feita não fosse baseada no medo.

Não há como fazer papéis pequenos, visto que não somos seres pequenos. A enormidade da situação me atingiu, quando meu cérebro assumiu o controle, e eu fiquei apavorada.

Olhei para meu eu superior e disse: “O que eu faço agora?”.
Ela sorriu e disse: “Apenas seja você e tudo se encaixará”.

Acordei e perguntei se esta mensagem era para compartilhar com todos e responderam-me que sim. Que para aqueles que estão na etapa da destruição e entrando no encapsulamento traria a esperança de que ela acabe. Ficará melhor. Para os que sentiram a intensidade e a urgência das energias, isso irá proporcionar uma compreensão, uma estrutura quanto ao propósito.

Espero que esta mensagem os encontre acessando o seu poder cada vez mais, tornando-se e sendo o farol que nasceram para ser. Obrigada a todos vocês que compartilham este trabalho. Isso significa o mundo.

Muito amor,

Jenny

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar

DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Direitos Autorais: Site original: www.channelingthemasters.wordpress.com
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com
Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade desta informação exatamente como se encontra aqui e incluindo todos os links acima e os links da publicação original.

Onda energética atingindo e transformando cada um de nós

onda.jpg

ONDA ENERGÉTICA ATINGINDO E
TRANSFORMANDO CADA UM DE NÓS
Jenny Schiltz
26/05/17

Uau! Vocês podem sentir esta onda energética que está realmente nos atingindo? Como de costume, parece estar em todo o lugar pela forma como estão nos fazendo sentir – tanto física quanto emocionalmente. Essa energia está nos transformando, não apenas de modo físico como emocional, nos preparando para o que está por vir. Nosso trabalho é simplesmente permitir que o processo ocorra e fazer o melhor para encontrar paz e alegria internamente.

A grande questão para mim tem sido as dores nas articulações. Começaram alguns dias antes de a energia nos atingir, o que para alguns de nós parece uma “pré-onda”. Meu pescoço, ombros e cotovelos realmente doíam, e no dia seguinte eram os meus quadris, joelhos e tornozelos. Felizmente, as dores articulares passaram, mas o que não passou foi essa sensação de ser um tigre enjaulado.

Sinto essa agitação passando por meu corpo, mas com um tom de ansiedade. Estou descobrindo que apenas quero estar lá fora e sob o sol. Movimentar-se é de fato importante também, e embora seja difícil pensar em se mexer quando o seu corpo dói, pode realmente ajudar a movimentar a energia POR SEU INTERMÉDIO.

Outras pessoas estão enfrentando exaustão, inchaço (que é simplesmente muito divertido), dores de cabeça, dores nas costas, aparecimento repentino de problemas crônicos e muitos zumbidos nos ouvidos. Ansiedade e depressão são comuns a cada vez que a energia sofre aceleração, assim como sonhos ruins.

Vocês estão tão-somente removendo de maneira profunda a programação. Alguns estão até mesmo removendo linhas de tempo apocalípticas. Não se apeguem ao que quer que surja, simplesmente observem e em seguida liberem-no. Quando nos apegamos, não permitimos que isso aconteça e de fato criamos laços com tudo, o que faz com que se mantenha firmemente conosco.

Disseram-me que essa explosão energética está nos tornando mais suscetíveis às influências da energia externa. Pode ser a televisão, a mídia social, todos os eletrônicos e até as pessoas. Todavia, funciona de ambas as formas, e estamos suscetíveis também às influências do vento, do sol, das plantas e, sem dúvida, principalmente do riso.

Deixem que o modo como se sentem emocionalmente determine o que é certo para vocês. Para algumas pessoas, assistir a um filme é perfeito e para outras, fazer uma caminhada tranquiliza a alma.

Sei que muitos de vocês estão cansados e querem que isso acabe.
Não vou adoçar a pílula e dizer que vai acabar em breve, porque não vai.

No entanto, ficamos mais fortes, o corpo se atualiza, crescemos e aprendemos, e isso facilita as coisas. Os que estão começando agora esse processo estão sendo afetados por coisas que alguém que tem estado “nisso” por algum tempo nem sequer imaginou. O fundamental é dar um passo para trás e ver como vocês cresceram e mudaram. Permitam que esse conhecimento lhes dê forças para prosseguir.

O chacra cardíaco e o plexo solar estão sendo focalizados no momento e somos indagados: “Vocês podem acessar o seu poder e permanecer em seu coração? ”

Assim, nos mostram as áreas onde não fomos capazes de fazer isso, em que devemos corrigir e justar nossas vidas. Mostram-nos onde ainda mantemos o julgamento, a falta, a insegurança e a dúvida.

Tornem-se observadores e tomem nota do que lhes está sendo mostrado como se vocês estivessem vendo a vida de outra pessoa – essa é a forma como vocês podem ver o que necessita mudar, acrescentar ou afastar-se sem julgamento.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Direitos Autorais: Site original: www.channelingthemasters.wordpress.com
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com
Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade desta informação exatamente como se encontra aqui e incluindo todos os links acima e os links da publicação original.

Trilhar o próprio caminho e confiar completamente em si.

trilhar

TRILHAR O PRÓPRIO CAMINHO
E CONFIAR COMPLETAMENTE EM SI
Jenny Schiltz
19/05/17

Que época incrível e aflitiva tem sido! Parece haver um componente emocional nesta energia, que está trazendo à tona áreas em que a pessoa se sente indigna, sem esperança e de que tudo isso é fútil. Precisamos simplesmente observar essa energia e deixá-la passar. Alguns estão se sentindo muito incompreendidos e até invisíveis.

Compreendam que isso ocorre à medida que alteramos as frequências. Se nos elevamos mais do que a maioria, pode parecer que estamos falando uma linguagem diferente. Embora isso possa ser desalentador, saibam que é a prova de que estamos realmente mudando.

Outra coisa que surge para muitos agora é a necessidade de confiar profundamente em si mesmos. Que mais do que nunca, o discernimento é fundamental. Se as coisas não ressoarem com a sua alma, então, simplesmente deixem-nas passar. Com tudo o que está mudando ao nosso redor, é muito importante permanecer centrados na própria realidade.

Como seres humanos, podemos ser facilmente retirados do nosso centro, da nossa verdade, e acessar o de outros. No entanto, é essa ação que realmente retira o nosso poder, provocando muita aflição.

Estamos aprendendo que podemos sentir compaixão pelo outro sem aceitar como válida sua versão da realidade. Constato que posso passar facilmente da minha realidade centrada no coração, quando meus filhos me contam como eles sentem que foram prejudicados ou maltratados por outras pessoas.

A mamãe urso quer avançar aos gritos. Todavia, eles não precisam de uma mãe para ter pena deles, em vez disso, eles precisam de alguém que lhes lembre que em todas as coisas há uma oportunidade de crescimento e que no quadro geral, tudo acontece para o bem mais elevado.

Estamos nos tornando o abrigo na tempestade, à medida em que puxamos as pessoas para a nossa calma, sem nos permitirmos ser puxados para o seu caos. Para permanecer profundamente ancorados em nosso centro, devemos confiar em nós mesmos, de modo pleno, e nos manter no próprio caminho.

É compreender que todos nós temos a nossa verdade, nosso holograma pessoal de experiências que queremos na Terra, e que cada um de nós cria a própria realidade, enquanto contribui para a linha do tempo coletiva.

O desafio passa a ser: Podemos acreditar em nós mesmos, em nossa orientação, e em nossa intuição, quando todos em nosso meio nos diz que estamos errados? Conforme prosseguimos nesta jornada de incorporação, precisamos ter a coragem, a fortaleza e a capacidade de adaptação para confiar completamente em nós mesmos.

A verdade é: como podemos incorporar nossa alma se não confiamos nela plenamente?

Eu estava lutando com o conceito de me manter no próprio caminho, quando o universo, como sempre acontece, mostrou-me de maneiras mais concretas. Fomos caminhar, no fim de semana, em uma trilha ambiciosa, e, enquanto a subida foi excelente, a descida foi lenta.

Os céus estavam ameaçando um aguaceiro, o que pode ser perigoso em trilhas de montanhas íngremes suscetíveis de escorregar. Todos na trilha queriam descer o mais rápido possível. Eu sou uma pessoa que caminha devagar e para acompanhar aqueles que têm capacidade de correr, continuei me movimentando a partir do centro de uma pista sólida para o lado elevado.

Essa parte da trilha não estava nivelada e eu torci o joelho. Inchou rapidamente e cada passo era doloroso, enquanto eu me esforçava para dobrar o joelho. Meu marido voltou para me ver, visto que ele estava na frente com nossa filha. Ele percebeu a minha dor e a minha caminhada difícil, e eu lhe contei o que acontecera. Ele me olhou e disse: “Você fica em sua pista, não passe desse centro. Se as pessoas decidirem correr, elas podem ir ao seu redor”.

Alguns minutos se passaram e outro grupo de jovens corredores surgiram, e meu marido olhou-me e disse: “MANTENHA-SE EM SUA PISTA”.

Naquele momento, deu um estalo, e se não estivesse doendo tanto, eu teria rido.

Eu saíra do meu centro, eu me acomodara aos outros, não me honrei e fui ferida e pega completamente nesse aguaceiro. Minha segurança é permanecer em meu centro, em minha verdade, completamente conectada à minha alma.

O universo definitivamente testou minha nova resolução de permanecer em meu centro. Li um artigo sobre a ressonância Schumann ter atingido um pico e eu obtive a confirmação de que houve isso mesmo e de como estava afetando as pessoas. Publiquei no blog, afirmando que houve um pico e o que isso significava para nós física e mentalmente.

Embora a maioria ressoasse com o que foi dito e corroborasse os efeitos que experimentaram, tem havido muitos rumores acerca da ciência por trás do pico. Isso definitivamente fez com que eu ficasse em dúvida, visto que não sou interessada em ciência, e me dirigi à minha equipe, alucinada, confirmando reiteradas vezes se eu ouvira corretamente.

Eles explicaram que muita coisa está mudando em nosso planeta com as frequências e tecnologias, e muita coisa será liberada adiante, que não será compreendida, acreditada e pode ser simplesmente sufocada.

O que cheguei a perceber é que eu não tenho ideia do que seja a verdade. Quanto mais eu olho para o mundo ao nosso redor e quanto é fabricado, fica difícil discernir a verdade. Esse é o ponto que eu sinto, para nos desestabilizar completamente, de modo que possamos ceder nossa autonomia a algum poder percebido como maior do que nós.

Temos meteorologistas que não podem relatar sobre os “chemtrails” (trilha química) sem o temor de perder empregos ou posses. Temos repórteres que não podem falar sobre invenções sem medo de represálias. Sabemos que existe guerras de frequência acontecendo, o que pode explicar os picos, no entanto, isso não é reconhecido pela mídia convencional.

Para cada argumento existe um contra-argumento, e é o conjunto perfeito para manter as pessoas argumentando contra e a favor de algo. Isso cria muita distração e ego. A comunidade espiritual não está imune a isso tudo, e está acontecendo em todas as comunidades.

Mesmo com tudo isso, tenho a firme convicção de que tudo está a serviço do Divino, e que aquilo que foi escondido é agora um catalisador para o grande despertar. Contudo, significa que devemos utilizar o nosso discernimento e fazer tudo por nós mesmos, pela própria intuição,

Todos, eu ou qualquer um de nós, possuímos a própria orientação interior e nossa tarefa é torná-la uma conexão tão clara quanto possível. Eis onde permanecer em nossa pista é essencial. Devemos confiar em nós mesmos completamente, apesar de todos ao nosso redor apontar o contrário.

Conforme meu eu superior disse: “Por que você deveria permitir que um cego lhe dissesse com o que o arco-íris se parece?” Com tantas programações e distorções enlouquecidas em nosso mundo, devemos tomar o que ressoa, relacioná-lo com a nossa verdade e simplesmente superar o resto.

O propósito disso é maior do que podemos perceber. Novas modalidades de cura estão surgindo, que vão desafiar o que foi conhecido e aceito anteriormente. Tenho uma cliente que recebeu um novo símbolo do Reiki, e que vem tendo sucesso em utilizá-lo. Se ela tivesse duvidado da informação, teria interrompido o fluxo do progresso potencial.

Nosso trabalho agora é ser fortes internamente, confiantes e seguros de modo que possamos confiar no que recebemos, permitindo uma conexão mais profunda com a nossa alma. Muita coisa está vindo à luz, e, ao mesmo tempo, muita desinformação está lá fora também. Depende de cada um de nós determinar o que ressoa internamente.

A única forma de realmente sentir o que combina com a nossa vibração, nossa frequência, é estar centrados e na própria pista. Isso requer prática e eu não tenho dúvida em minha mente de que cada um de nós será apresentado às situações que nos afastem de nosso centro, de modo que, então, vejamos quais as questões que nos impedem de sempre estar centrados e de praticar a incorporação de nossa alma.

Vamos avante, crescendo, aprendendo e explorando.
Envio a todos vocês muito amor e apoio.

Jenny

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Site original: www.channelingthemasters.wordpress.com
Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade desta informação exatamente como se encontra aqui e incluindo todos os links acima e os links da publicação original.
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

Atualização da energia – Recorde todo novo

recorde

ATUALIZAÇÃO DA ENERGIA
RECORDE TODO NOVO!
Jenny Shiltz
08/05/17

A energia está realmente acelerada justamente agora e a Ressonância Schumann está batendo um novo recorde… um estrondoso 120!

Para aqueles cujos corpos são bem-sucedidos nessas frequências mais elevadas – torna-se um momento de ação. Um tempo para criar. Ideias fluem. Se vocês estão assim, não se esqueçam de anotar o que recebem e planejam fazer. Para outros, esse novo recorde pode ser bastante brutal. Insônia, exaustão, dores de cabeça, sentindo-se perplexos e desorientados. Alguns sentem fortes dores nas articulações também.

Comparo isso com a doença de altitude, o corpo não está suficientemente adaptado ao seu novo local, por isso fica tonto, confuso, cansado, irritado e dolorido. As dores de cabeça podem ser fortes. Fica-se desidratado e perdem-se minerais essenciais, à medida que o corpo luta para se adaptar. Os únicos meios de cura são o tempo, a água e reabastecer-se dos minerais essenciais (sal – do mar ou do Himalaia, magnésio, potássio e mesmo vitaminas C e D).

O maior problema que muitos têm com essas atualizações intensas de frequência é a incapacidade de ficar ancorados. Se não estiverem plenamente ancorados em seu corpo, vocês podem rolar na lama e ainda assim não ficarão ancorados. Tomem um momento e instalem-se firmemente em seu corpo.

Fechem os olhos e digam: “Eu me ancoro completamente em meu corpo, agora, da cabeça aos pés.” 

Em seguida, tragam a consciência para a ponta do seu dedo grande, sintam-no. A partir desse espaço, vocês podem, então, ancorar-se na terra se isso funcionar melhor para vocês. Estou constatando que eu me centro muito melhor se descer para o espaço do coração e senti-lo distender-se com amor e gratidão.

Esses picos de energia também podem provocar intensas emoções. Embora desconfortáveis, são realmente uma coisa boa – temos que ver o que não é compatível com as frequências mais elevadas. Uma vez que vocês vejam isso, então é hora de fazer o trabalho de cura, perdão e reconciliação com o que quer que seja.

Apropriar-se de tudo o que está em nosso íntimo (o bom, o mau e o feio) e nos amar, embora isso traga níveis mais profundos de cura e liberação. Nossas partes ocultas, profundas e sombrias gritarão cada vez mais alto até que possamos trazê-las à luz do amor.

O amor é a única maneira de transformar qualquer coisa, visto que é quem nós somos internamente… tudo o mais faz parte simplesmente da experiência humana. Agora é o momento de avançar e retornar ao nosso estado de ser natural.

Não se deixem intimidar, sejam gentis consigo mesmos e com os demais. Nós todos estamos sentindo essa elevação em ressonância e nem todos lidam bem. Ter compreensão e compaixão por si e pelos outros percorrerá um longo caminho. Envio-lhes todo amor.

Jenny

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Direitos Autorais: Site original: www.channelingthemasters.wordpress.com
Copyright 2017, Jenny Schiltz – Se repassar, por favor, mantenham a integridade desta informação exatamente como se encontra aqui e incluindo todos os links acima e os links da publicação original.
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

Atualização da Energia do Conselho Venusiano

 

atualização.jpg

ATUALIZAÇÃO DA ENERGIA
DO CONSELHO VENUSIANO
por Jenny Schiltz

(NT – MENSAGEM IMPORTANTE PARA TODOS NÓS SOBRE SINTOMAS QUE NOS ACOMETEM)

As energias que vêm fluindo desde a terceira semana de dezembro estão realmente fazendo um trabalho importante dentro de nós. Elas estão puxando para fora/ erguendo extensamente o que está oculto, profundos medos e ansiedades. Aqui está uma atualização de energia explicando o que está acontecendo, seguida por uma canalização do Conselho Venusiano.

Espero que todos vocês estejam bem e gerenciem essas energias mais elevadas. Enviando amor e a intenção de que atravessemos essas Ondas com facilidade e graça. Obrigado a todos que partilham este trabalho, é muito apreciado.
Jenny

“NÓS SOMOS O CONSELHO VENUSIANO.

Chegamos a você para dar informações sobre o que está ocorrendo em seu planeta.

As energias mudaram, há um fluxo e refluxo para elas que não corresponde a nada que você tenha recebido anteriormente.

Entenda que você esteve aqui antes, muitos de vocês. Aqueles que viveram durante os tempos atlantes relembram celularmente este espaço. Vocês sabem no fundo que vocês estiveram aqui antes, pois para alguns de vocês isso traz medo e discórdia. Para outros, ele traz emoção.

Queremos que você entenda que você não é a sua memória celular e, embora tenha sido benéfico em suas muitas vidas manter este registro, não é mais assim.

Para aqueles que sentem medo, que temem que há condenação e HÁ UMA (SENSAÇÃO DE ) “IMINÊNCIA DE MORTE ATUALMENTE ACONTECENDO” – é simplesmente porque você esteve aqui antes.

Houve muitas tentativas, algumas bem-sucedidas, para o ser humano ascender, caminhar o caminho estreito que leva a outras dimensões, outras frequências. Há aqueles que já sentiram essas energias antes e não foram capazes de completar a tarefa.

PARA ELES, ESSAS ENERGIAS SÃO LEMBRETES DOLOROSOS.

No entanto, você deve saber que, desta vez, não haverá erros. Enquanto houver mudanças que são o resultado da frequência elevada em seu planeta, saiba que humanidade não será eliminada. Não haverá um reset.

Portanto, pedimos que você enxergue nossas energias, para senti-las como um sinal de que você está no seu caminho. Que, como um todo, a humanidade está mudando. Você chegará a um ponto onde você vai se sentir dentro de uma mudança e o medo irá embora, pois suas células não terão um ponto de referência para qualquer coisa além.

ESTE PONTO É ONDE VOCÊ VAI ANDAR “DENTRO DOS SAPATOS”/DO CRIADOR.

ESTE PONTO SERÁ SUA ESCOLHA, CONFORME VOCÊ SE SENTIR, CONFORME VOCÊ AGIR E CONFORME VOCÊ RECEBER.

Recomendamos que você fale com suas células, sua forma (veículo).
Explique que você entende de onde os sentimentos estão vindo, mas que a “forma” está segura.

Para alguns de vocês que estão sentindo raiva, culpa, remorso e frustração, nós pedimos que você toque nessas energias e libere-as.

Saiba que na época da Atlântida houve muita discórdia, houve muita frustração, semelhante a quantos de vocês também se sentiram nesta época. No entanto, as coisas foram postas em prática para não permitir a aniquilação da raça humana.

Então você deve confiar que desta vez será diferente. Você tem uma escolha como essas energias inundam seu planeta cada vez mais, como seus filhos nascem com essas frequências, você tem uma escolha para abraçar o amor que está sendo oferecido.

A esperança está sendo oferecida, você deve escolher, ou você pode permitir-se afundar no que foi.

Permita que seu coração se abra, permita que ele esteja PREENCHIDO.
Permita que seus olhos vejam as novas possibilidades, pois elas estão ao seu redor.

É importante ancorar as energias através de você, isso pode ser feito muito facilmente com a intenção.

Pretenda trazer essas energias através da sua forma, profundamente no ancoramento/na fundação com/da Terra, sem medo, mas com alegria e gratidão. Pois isso marca uma fase muito importante no desenvolvimento do ser humano ascendente. Pois, conforme essas frequências circundam seu planeta e assim como elas ancoram e mudam tudo o que é, elas criam uma maior habilidade para sua alma descer sobre você.

Considere isso um ponto de encontro, pois à medida que você se levanta para igualar-se/corresponder-se com essas frequências, sua alma é capaz de “descer” para combiná-las também.

Esta é uma união abençoada e isso é o que muda tudo.

Convocamos vocês a abrir seus corações, a sentir as frequências e a aproveitar a alegria que lhes rodeia, que é sua.

Até nos encontrarmos de novo.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
https://channelingthemasters.org/2017/01/19/venusian-council-energy-update/
Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br