Abençoar-se

A imagem pode conter: flor, planta e natureza

 

Poucos processos de positivação são tão sólidos e fortes quanto o hábito de se abençoar. Passamos tanto tempo notando o que não gostamos em nós e o que consideramos ser errado em nosso Ser e comportamento! E não percebemos muitas vezes que com isso estamos nos amaldiçoando. Usando o nosso poder de foco para expandir o que não queremos ver, o que não queremos sentir e mutas vezes, expandindo mentiras sobre a nosso respeito. Sim, mentiras. Todo pensamento negativo que você nutre acerca de si mesmo é uma mentira. A fonte em você te enxerga como perfeito, ela te ama incondicionalmente. Portanto, tudo o que pensamos e que discorda da ideia que a fonte (Deus) tem sobre nós é uma mentira, é uma visão distorcida da Verdade. E a verdade é que somos perfeitos, em nossa própria medida.

Por isso, ao invés de gastar seu tempo alimentando mentiras a seu respeito, abençoe-se. Mas não em palavras meramente, e sim com emoção, sentimento, sinceridade.

Toda vez que você afirma sobre si algo que mexe positivamente com suas sensações está se abençoando. E quanto mais você faz isso, mais fica positivo.

Só você tem o poder de abençoar sua vida. Por mais que outros emanem o Bem a você, só vai pegar se você deixar.

Então, já que esse poder está nas suas mãos, comece a fazer isso hoje.

Escolha se abençoar com o Bem que você realmente merece.

Bom dia!

Anúncios

Sejam gratos e vivam no amor e pelo bem.

MENSAGEM DA ESPIRITUALIDADE – SEJAM GRATOS E VIVAM NO AMOR E PELO BEM
Canalizado por Vinícius Francis

“E assim, vivam no Amor, trabalhem pelo Amor.

Façam tudo com amor.

Se não puderem fazer algo com amor, não façam.

Se não puderem dar o amor, nada deem.

Tudo o que fizerem, intencionarem, pensarem ou sentirem que seja no Amor. Pois o Amor é a única maneira de transformar tudo em Bem e Benção.

O Amor é a mais poderosa cura, a mais garantida provisão, a mais intensa e sublime conexão.

Façam de vossas vidas um instrumento do Bem pela transformação de tudo, de vossas vidas, vosso país e vosso mundo.

Este é o nosso recado a vocês hoje.”

Como lidar com o estresse

estresse.jpg

A vida agitada do mundo moderno mostra o quanto avançamos em muitas coisas, como civilização. O mundo mudou, está se tornando cada vez mais dinâmico. E isso é fabuloso. No entanto, como tudo, esse avanço tem um preço. Ele exige de nós hábitos e rotina que muitas vezes trazem alguns transtornos. E eu quero falar aqui do estresse.

 

São raras as pessoas hoje que não enfrentam trânsito para trabalhar, que não precisam sair do conforto de suas casas para executar seu trabalho. E mesmo nesses casos, sempre acaba surgindo alguma coisa que estressa. Ninguém está isento do estresse. A vida moderna é estressante. Por mais que a tecnologia venha como aliada e facilitadora de muita coisa, a correria cotidiana acaba nos tirando dos eixos. Temos horário pra tudo. Temos agenda pra cumprir, contas pra pagar, sonhos a alcançar. E mais, ainda precisamos de tempo para cuidar de nossas relações interpessoais e claro, de nós mesmos.

 

Ah, o Senhor Tempo! Cada dia mais escasso! Parece que ele brinca conosco. Correr contra o tempo é estressante. E como não somos feitos de aço, uma hora, a gente dá uma surtada. Vivemos um momento de mudanças muito fortes no planeta. Tudo isso mexe com a gente. E ainda precisamos administrar as tarefas do nosso dia a dia e da vida que escolhemos. E vamos combinar, tem dias em que quando nos deitamos pra dormir, quase não acreditamos que finalmente, demos uma parada.

 

E a tendência é tudo se tornar ainda mais dinâmico. Então, o que fazer pra driblar o estresse? Claro que eu poderia sugerir alguns hábitos externos que ajudam. No entanto, como metafísico, meu foco aqui é em lidar com o que acontece dentro da gente. É preciso uma cabeça fresca e leve pra lidar com o mundo moderno, do contrário, a gente pira. Vou te dar algumas dicas:

 

Cobre menos – A vida já exige tanto de nós, e ainda vamos pôr mais pressão em cima? De jeito nenhum! Cobre menos de você, seja humilde pra reconhecer o seu limite. Se não consegue mais, pare. Se chegou ao limite, descanse. Eliminar esse excesso de cobrança ajuda muito no processo de canalizar a energia de forma inteligente. Porque quando nos cobramos demais gastamos mais energia do que deveríamos naquela tensão de “tenho que isso” e “tenho que aquilo”. Ninguém “tem que” nada. A gente faz o que pode, o que consegue, e quando dá pra fazer. Se é algo importante, vamos fazer, mas sem cobrança, sem pressão. Ir com paz, moderação e inteligência é muito mais funcional e produtivo.

 

Tire o foco excessivo das coisas – Parar de pensar demais no que precisamos fazer acalma nosso corpo. Porque ao fazer isso, o cérebro entende que estamos em alta produção. E mesmo sem fazer nada aqui fora, há um gasto enorme de energia. Porque pensamento é energia. Por isso, pare de pensar demais nas coisas, confie em você e no seu potencial. Confie também nas forças invisíveis. Na hora certa você vai saber o que fazer. Não é que devemos deixar de lado os planejamentos e agir irresponsavelmente, não é isso. Mas pensar demais não é preciso. Pelo contrário, atrapalha. Porque tenciona. E se tenciona compromete o bom funcionamento da nossa mente e habilidades. Uma mente tranquila trabalha muito melhor.

 

Respire fundo e aprecie – Sob estresse tudo fica sem gosto. Até comer é ruim. Por isso, quando estiver assim, desligue-se do mundo, só por uns instantes. Respire profundamente por três vezes, só isso já altera sua frequência cardíaca e te dá uma sensação melhor. Depois, coloque o seu foco mental em coisas agradáveis. Pode ser uma flor, um animal, uma paisagem, pode ser a vitrine de uma loja. Quando você aprecia algo que te desperta bem-estar seu corpo relaxa e o estresse naturalmente vai diminuindo. A apreciação é o alinhamento com a energia do Criador. Por isso, abuse da apreciação, ela traz paz, tranquilidade, alegria, ou seja, move sua energia para um setor positivo.

Tenho certeza de que você vai gostar dos resultados.

 

 

Crer é a chave! 

Vinícius Francis 🙂

http://os-filhos-da-alva.blogspot.com.br/

Orientações da Mestra Rowena

Orientações da Mestra Rowena

Vinicius Francis

Saudações, filhos da luz sobre a Terra!

Eu sou Rowena, me aproximo a partir do apelo de vosso coração pela infinita misericórdia e compaixão do Criador. Em resposta às vossas orações, vim hoje me comunicar e trazer-lhes o recado da luz, a fim de que aquietem-se e fundamentem vossos sentimentos no Amor. Que todas as vossas escolhas sejam pelo amor e assentadas nele.

Eu peço que se acalmem neste momento, nós sentimos e percebemos vocês bastante ansiosos e amedrontados. É nossa tarefa ajudar a conduzir seu orbe e esta humanidade num caminho de iluminação e progresso espiritual. Vocês estão entrando num novo ciclo, este ciclo pede que fiquem em paz para atravessá-lo de forma harmônica.

Nós temos assistido às guerras, conflitos, ódio e perturbações na crosta. Nós temos visto tudo isso e vos olhamos com os olhos da compaixão de Deus. Vos amamos, sim, humanidade, nós vos amamos e sobre vocês estendemos o nosso amor. E em nome desse amor eu vim, a fim de fazer-lhes um pedido: Orem, interiorizem-se no amor, vibrem paz, meditem pelo equilíbrio de vossas emoções.

Embora vosso ego não compreenda o que tem sobrevindo, nós sabemos o porquê de tudo ir pelo caminho que vocês têm visto ir. E se querem ajudar em algo, façam o que vos peço, orem, por vocês, por vossas famílias, cidades, estados, país, pelo vosso mundo. Orem pelo vosso semelhante, orem pelos que vos querem mal, perdoem, tolerem, sejam pacientes. A mão da infinita justiça do Criador está a purificar a crosta. Sejam sábios em compreender isso.

Nenhum de nós se aproximaria para vos colocar medo. Nenhum de nós vai se aproximar para vos deixar atônitos ou amedrontados. Tudo o que semeamos em vocês provém do amor. Mas de um amor realista e justo, embora misericordioso e grande. Não fechamos nossos olhos para o que acontece. E é em nome das orações de muitos e da dor deste atual conflito na crosta que eu estou aqui, para responder o vosso chamado. Acalmem-se! De nada adianta se debaterem, quando a força da provisão e da solução se movem na calmaria, não na ansiedade. Quando os sentidos se acalmam, a voz do Bem pode ser ouvida.

Ouçam a voz do Bem, queridos filhos da luz! Esta voz que vos chama ao Amor e à mudança de vida. Retirem da mente aquele pensamento de ódio, vingança, terror! Desistam daquela briga ou discussão desnecessária. Deem lugar ao amor, ao invés de levarem adiante ressentimentos e pensamentos de maldade. Encham vossas ruas, mas em nome do amor e da justiça, não levem o ódio, não deixem a frustração protestar por vocês. Não deixem o sentimento de estarem sendo injustiçados ser a vossa voz. Porque ele não é a vossa voz, a vossa voz é o Amor. Usem-na e serão atendidos. Usem-na e serão vitoriosos.

Peço que se recolham a si, hoje, sozinhos, quietos, nada falem acerca de vossa quietude do hoje a alguém e sobre coisa alguma reclamem. Neste dia primeiro de dezembro, calem a voz de vosso ego e apenas orem. Isso nos ajudará a ajudar vocês. Não podemos fazer isso sem vocês, que são peças chave na transformação desse mundo Terra. Neste dia, transfiram palavras de amor, neste dia espalhem a bondade, a compaixão, a compreensão. Podem, somente por hoje, não falar sobre os vossos problemas? Por favor, vos peço! Não comentem, não reforcem, não compartilhem de forma alguma nada que vos agrida emocionalmente, pelo menos por hoje.

Porque desceremos sobre a crosta ao entardecer, haverá um grande mover deste lado em auxílio a vocês, por isso, pedimos a vossa ajuda, se possível.

Deixo-vos breves palavras. Se quiserem repitam-na em oração durante o dia:

Que o Amor seja a minha voz, o meu sentir, o meu pensar, o meu agir. Que o Amor seja meus passos, minha direção, minha provisão, minha proteção. Que o Amor seja o meu escudo, minha espada, minha expressão. Que eu seja o Amor em tudo o que fizer, a todo instante.

Nós amamos vocês, infinitamente! Em amor, compaixão e misericórdia, despeço-me!

Mestra Rowena

Direitos Autorais: © Vinícius Francis, 2016

Exercício para mudar crenças negativas

mini flor na árvore.jpg

Exercício para mudar crenças negativas.

Recentemente, orientei uma leitora acerca de crenças negativas e gostaria de passar a vocês o mesmo exercício. O fluxo ou andamento de nossa vida é compreendido da seguinte forma: O que vai bem é porque está impulsionado e fundamentado em crenças positivas e promissoras. O que vai mal é porque está fundamentado por crenças negativas.

Logo, para se mudar determinada área da vida, é preciso mudar as crenças que são sua base. E para isso, existem alguns exercícios que podem ajudar a gravar em sua mente e campo energético novos comandos, mais positivos.

Para isso, sugiro este exercício simples, mas eficaz:

1- Escreva num papel quais são as coisas em sua vida que não andam boas.

2- Reflita sobre a forma como se sente em relação a elas, pois o seu sentir é seu ponto de atração. E se você se sente mal a respeito de alguma área de sua vida que está carente significa que nutre crenças e pensamentos negativos em relação a ela. Escreva isso também.

3- Relate todas as crenças negativas na frente de cada área que não vai bem. E pra saber quais são elas, basta perguntar a si mesmo como você enxerga essas questões, provavelmente vai encontrar crenças do tipo, “Isso é difícil” ou “isso nunca dá certo pra mim”, “Nunca tive sorte nessa área”. Tudo isso são crenças que mantêm aquilo dando errado. É necessário que reflita sobre suas conclusões e que acima de tudo, seja honesto e sincero consigo mesmo.

4- Após identificar quais são elas, escreva em outra página do caderno, as mesmas áreas da vida, só que desta vez, na frente, anote as crenças que deseja manter em relação a elas, escolha ideias positivas do tipo “Isso é fácil”, “Isso sempre flui pra mim em abundância” ou mesmo “Sou grato por ter isso”.

5- Faça um compromisso consigo mesmo de reafirmar para si tais coisas, sentir, validar, acreditar mesmo. Visualize circunstâncias e experiências já com os resultados almejados, enfim, invista o mesmo poder que nutriu para validar o ruim, naquilo que você deseja que floresça. E para saber se está funcionando, basta avaliar a forma como você se sentirá ao praticar o exercício.

Te desejo sucesso em sua transformação pessoal!

Que o Amor nos cure!

Vinícius Francis 

Neste mês de setembro: Não contra o suicídio, mas a favor da Vida!

moça na cadeira.jpg

Não contra o suicídio, mas a favor da vida.

“Portanto, abaixem a arma, deem passos para trás do topo do prédio, larguem o pote de veneno e saiam da beirada da ponte e ouça-nos dizer em vossos corações e sentidos: Nós temos vida e vida e mais vida!

Nós somos o alinhamento, a alegria, a felicidade, o amor, a paz.

Só nos deem espaço e seremos em e com vocês o sentido pleno do existir, do agora que vos preenche com toda plenitude, porque somos o sopro Dele em vocês.

Ouça-nos dizer o quanto valem a pena, o quão lindos são vossos sonhos, objetivos, o quanto vocês são especiais e únicos.

E se quiserem chegar à beirada da ponte, que seja para apreciarem a paisagem.
Se quiserem chegar ao topo de um prédio, que seja para inebriarem seus sentidos com a bela vista que terão de lá.

Se querem pegar numa arma, que seja para jogá-la fora, porque os que no amor e no Bem são banhados não precisam de armas.

Pois o seu alinhamento é sua maior e genuína proteção.”

Elohim por Vinicius Francis

É hora de dar um basta

 

basta.jpg

Nos últimos dias presenciei alguns acontecimentos na vida de uma pessoa próxima que me inspiraram a falar com você hoje sobre esse assunto. É fato que o sofrimento nos ajuda a crescer. Mas chega um momento em que ele está tentando nos dizer que é hora de dar um ponto final em determinas situações.

 

Assim como você, eu tive sofrimentos e decepções ao longo da minha vida. Mas se tem algo que agradeço por ter cultivado sempre é o bom senso e a maturidade para entender o recado apenas com uma boa pancada. Nunca precisei de duas decepções amorosas, por exemplo, pra cair na real, eu só tive uma e que me serviu, foi o suficiente. Isso porque eu sofri e procurei aprender com a minha dor e a descobrir os motivos do meu sofrimento em mim, e não no outro.

 

Contudo, quando não temos esse discernimento, nossos sentimentos são como bolinhas de pingue-pongue, lançadas de um lado para o outro, em poder de terceiros. E fica difícil viver assim. Aprendi que o sofrimento é uma maneira da vida sinalizar que há algo que precisa ser mudado em nós. Até que o indivíduo tome consciência de seu problema interno, o sofrimento, eu diria, é funcional, necessário, até.

 

Mas, a partir do momento em que o sujeito sabe de sua situação e tem consciência dela, a dor torna-se opcional. Você infelizmente passa da condição ignorante e natural de aprendizado para outra, onde se torna o cúmplice da própria infelicidade. E por que, mesmo nessa situação, as pessoas não tomam uma atitude pra terminar com aquele ciclo, seja ele qual for?

 

Por três fatores, medo, zona de conforto e vitimismo. A maioria quer sair da situação que a machuca, seja um emprego que não proporciona mais alegria, seja uma relação amorosa onde já não há mais troca, sejam relações familiares, entretanto, nenhuma ação é tomada ou demora demais para que isso aconteça.

 

Quando você percebe que algo na sua vida transformou-se num martírio, e por mais que você tenha tentado consertar, simplesmente não dá mais, é porque o ciclo se fechou. É hora de dar um fim. Quando um ciclo acaba e a gente não acompanha esse fechamento, a situação fica insuportável. É a roda da vida. Tudo começa e termina de algum jeito, ou se transforma. E a dor é uma maneira de nos mostrar que é preciso uma decisão. E quando não ouvimos, ela aumenta grandemente.

 

E se não fosse pelo medo que automaticamente nos prende na segunda questão, que é a zona de conforto, já teríamos deixamos o velho ciclo se fechar. E esses dois primeiros só têm força em nós por causa do terceiro vilão, o vitimismo, que nada mais é do que a crença no coitado impotente. E o sofrimento neste caso funciona como um agente auxiliador do Ser, porque é o incômodo da dor que fará com que o indivíduo reaja.

 

E infelizmente essa dor em muitos casos precisa ser insuportável. Aí ele descobre que tem força, porque se cansa. E quando a gente se cansa, muda. E ficamos maiores que nossos medos e zonas de confortos. A vida simplesmente não nos dá outra chance a não ser reagir. E o que vale mais a pena, conviver com o sofrimento por auto negligência, sabotando-se terrivelmente, ou reagir e fazer da dor de uma situação ruim uma oportunidade de recomeçar e dar mais sentido à vida?

 

Quanto uma história começa a se encher de vírgulas desnecessárias é porque está na hora de dar um ponto final. Tenha coragem de ter essa atitude. Não suporte o que você não precisa mais suportar. Escolha mudar. Sujeitar-se ao medo, ilusões, vitimismo e zonas de conforto só vão te sujeitar ao sofrimento que poderia ser convertido em novidade de vida.

Ótimo domingo, de reflexão e positividade!

 

Que o Amor nos cure!

Vinícius Francis