Festival de Asala ( Festival da Boa Vontade ) dia 29 de maio de 2018 – Energias de Cura das Nações.

FESTIVAL DE ASALA DIA 29 DE MAIO 2018
Energias para a Cura das Nações
Por Vilma Capuano

* É conhecido como o Festival da Boa Vontade *

A Lua Branca em Sagitário, representa a conquista do resultado bem sucedido.
Neste momento, o merecimento é algo que conquistamos.

A Lua é Gestadora em sua Fase inicial.

Em seu Auge, no dia 29, Lua Cheia de Gêmeos, é o momento de celebração, da colheita e da conquista de bons resultados.

As emoções ficarão fortemente influenciadas. 

A Lua Cheia no elemento Fogo, é a Lua do reconhecimento – o fogo tem a capacidade transformar e transmutar qualquer situação.

O Festival de Asala é conhecido como o Festival da Boa Vontade, representa o espírito da humanidade que anseia se harmonizar com a Vontade Divina, que é o aspecto do Amor Crístico.

É o dia em que a natureza Divina do homem é reconhecida e são realçados o Seu poder de expressar e de estabelecer corretas relações humanas.

Estejam a postos como Faróis e Portadores da Luz, – como Servidores no Mundo – a partir de hoje até 01 de junho: mentalizem, pelo menos uma vez ao dia, uma coluna de Luz Branca vinda do Coração de Cristal Rosa de Gaia até o Grande Sol Central, visando a Fraternidade, o Equilíbrio e ancorando a Consciência da UNIDADE em todos os habitantes da Terra, implantando a Reconstrução dos Pilares da HUmanidade.

O envio das vibrações do Espírito Santo habilita as Almas Iluminadas para que assumam o seu Poder, os seus lugares, para dirigir o processo de reestruturação da sociedade, eliminando sentimentos egóicos que provocam a desunião entre os homens, para estabelecer a Cooperação como a base de relações justas como forma de vida e expandir os novos códigos nas relações em correspondência aos Ideais Divinos.

“EU SOU A EXPRESSÃO DO CRISTO NA TERRA, 
 O PLANO DIVINO ESTÁ SE REALIZANDO”

Vilma Capuano

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO 
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Anúncios

O Fascínio pelo esoterismo – por Vilma Capuano

O FASCÍNIO PELO ESOTERISMO
Por Vilma Capuano

Este é o motivo pelo qual, em círculos esotéricos, a proporção é bastante desigual entre os verdadeiros Iniciados e os fugitivos do mundo, aqueles que não conseguem cumprir nem resolver as questões da sua vida afetiva e material e se refugiam num caminho perigoso para si mesmos.

Dion Fortune formulou a questão desse Escapismo dizendo:

“O Místico deve cumprir todos os quesitos no plano das formas antes que se possa afastar do mundo das manifestações. 

Ao trilhar apressadamente o caminho místico chegará ao Reino do Caos, não ao Reino da Luz.


Quem tender ao caminho místico por natureza terá aversão à disciplina da forma e ser-lhe-á uma grande tentação desistir da luta pela existência no plano das formas, e se retrair a níveis superiores antes que esteja pronto para isso.


A forma é o recipiente que que envolve a consciência fluida, até que esteja modelada a ponto de não mais se espalhar.


Se a forma quebrar cedo demais então a consciência se dissipará e se tornara amorfa, assim como a argila volta ao lodo se quebrarmos o molde antes do tempo.


Se um Místico apresentar sinais de desintegração, então sabemos que a forma foi quebrada antes do momento apropriado e que deverá retornar à disciplina da forma até que tenha assimilado a sua lição.


Quando finalmente estamos preparados para assumir a total responsabilidade por tudo o que experimentamos, e o que nos acontece, descobrimos o significado da vida, e enxergamos o Verdadeiro Caminho.”

Para que serve a pedra filosofal se falta à pedra o sábio filósofo (Goethe) … para interpretá-la e manifestar a sabedoria na forma?

O exercício esotérico primordial é elevar a vida diária a um Ritual através da atenção plena no Agora, não separando-a de quem você É, desse modo não realiza exercícios esotéricos/ tidos como “rituais”, como mera atividade de lazer.

Ao assumir a responsabilidade por seu Destino está integrado ao Universo, e perde todo o medo.

Vilma

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO 
http://www.decoracaoacoracao.blog.br
https://lecocq.wordpress.com
Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Caminhos simples para “deixar ir”

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, criança e atividades ao ar livre

CAMINHOS SIMPLES PARA “DEIXAR IR”

Uma das quatro nobres verdades do budismo nos diz que a raiz de todo sofrimento é o apego. É um conceito profundamente simples. No entanto, muitos assumem que esta verdade se limita a um apego às coisas físicas. No entanto, também apegamos sobre noções abstratas: aos nossos egos, aos nossos desejos, às concepções de como pensamos que a vida deveria ser. Provavelmente, o apego a tais coisas intangíveis causa muito mais angústia. Elas só existem como pensamentos, impulsos e sentimentos. E, no entanto, estamos convencidos de que são reais.

A CHAVE … É DEIXAR IR.

APRENDA A ACEITAR
Às vezes, sofremos porque queremos que a vida seja diferente: a felicidade pode ser nossa se as coisas apenas mudassem para o nosso gosto. Mas a vida não tem um caminho definido e não seremos necessariamente mais felizes se o forçamos. Aprender a aceitar as coisas como elas são é uma maneira de soltar os desejos não atendidos.
Tenha em mente que a aceitação não significa resolução. Em vez disso, a aceitação é reconhecer a realidade como é, ao invés daquela que você acha que deveria ser. É perceber o que você faz e não tem controle sobre.
ABRACE A MUDANÇA
Nós nos confortamos no familiar e a previsibilidade garante que estamos seguros. Mas a mudança é inevitável. Se alguém aprende a se acostumar às mudanças que ocorrem, libera-se de um apego ao status quo. Abraçar a mudança não significa abandonar o que é importante para você. Trata-se de saber a diferença entre o que ajuda você e o que simplesmente o abate à medida que você é confrontado com novas circunstâncias. Abandonar o peso antigo de algo que já não se adapta a uma nova vida pode ajudá-lo a avançar.
MODIFIQUE SUAS EXPECTATIVAS
O desapontamento vem quando antecipamos muito de qualquer decisão ou evento de vida -quando percebemos que a vida não está conforme o que esperávamos. Lamentamos por um futuro e uma vida que nunca tivemos. Modifique suas expectativas.

PRATIQUE A ATENÇÃO PLENA
Fazer as coisas com atenção é levar nossa consciência e atenção à tarefa em questão. Quando você executa suas tarefas diárias de forma lenta e consciente, você deixa de lado as distrações e as emoções que o mantêm fixado em tudo, menos no aqui e agora. A atenção plena pode permitir que você não fique mais fixado ao que está acontecendo na sua mente (seja tristeza, preocupação/estresse ou confusão). Em vez disso, você apenas observa o que está na sua frente. A atenção plena não é fácil, mas muitos acham que facilita, e por exercícios de meditação.

Tradução resumida: Vilma Capuano
https://www.buddhagroove.com/small-ways-to-let-go/

Toques da Vilma

A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e natureza

Nem todos vão entender a sua jornada, e está tudo bem, essa não é para eles.

Toque o céu e ouça o som. Sinta que você é a vida que brilha em todos os corpos, em todas as mentes, em todos os corações, e em todas as almas.
– Parama Hansa Yogananda

Aquele que experimenta a unidade da vida vê o seu próprio Eu em todos os seres, e todos os seres em si mesmo, e enxerga tudo com um olhar imparcial.
– Buda

“Dentro de cada um de nós existe aquela centelha de perfeição eterna. Esta centelha tem um pulso silencioso que nos liga às múltiplas dimensões da realidade. Quando encaramos a nossa centelha, já não vemos as nossas falhas, em vez disso vemos a Unidade e o ritmo do Universo. Use esta conexão para transformar a sua visão do mundo em uma intenção harmoniosa.”
~ David Bennett

Durante todos esses anos, você protegeu a semente.
Está na hora de tornar-se a bela flor.
– Stephen C. Paul

Liberdade,
Num campo de sonhos,
Onde Sementes de Luz preparam o caminho da vida.
Visão de criança,
Alegria inocente,
Semeiam o coração com a força da esperança
(Vilma Capuano, em julho 2006 – contracapa do livro Frestas de Luz)

Tradução – Vilma Capuano

A Arte da Autocura

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A ARTE DA AUTOCURA

Moléculas, Saúde Emocional e Intervenções Conscientes

Considere isso: cada célula do corpo humano está em constante comunicação com outras células. A forma como os sinais são comunicados é por sinais químicos ou não-físicos. As moléculas são sinais físicos (químicas) e a luz solar ou emoções são exemplos de sinais não-físicos. Com velocidades semelhantes à do som, ambos os tipos de sinais “voam” para frente e para trás, através da vasta extensão do nosso sistema nervoso, em uma base constante.

Equilibrar sua biologia e neuroquímica é parte fundamental do processo de autocura e grande parte desse trabalho é realizado através do equilíbrio e ajuste da saúde emocional. Temos opções para influenciar conscientemente nossa química interna e instigar a autocura, não negando nossas realidades emocionais, mas reduzindo nossos medos e ansiedades de maneira construtiva e seu impacto debilitante no corpo e na mente.

De um modo geral, todas as emoções adequadamente expressadas são saudáveis.

A emoção constrangedora do medo pode paralisar uma vida.
A desesperança pode matar ou dar origem à determinação.
A falta de valor pode aprisionar ou produzir compaixão.
A culpa pode alimentar a violência contra os outros e pode demonstrar o que importa.

Existem três tipos de emoções que, por definição, têm apenas impacto negativo: a culpa, a ira e o martírio.

Por outro lado, a emoção expansiva e positiva do amor pode ser uma verdadeira maravilha para contemplar e experimentar, mas também pode ser usada para controlar ou sufocar outra.
A esperança pode sustentar a vida em tempos difíceis ou manter uma influência negativa. A confiança pode impulsionar uma realidade positiva, enquanto a confiança inadequada pode destruí-la.

O lado oposto do estresse entra em jogo quando amamos o que fazemos. Quando nos dedicamos ao trabalho que é significativo e importante para nós, o estresse se transforma em positivo ao impulsionar a motivação, o crescimento e a evolução. O estresse saudável produz um equilíbrio molecular

A BIOLOGIA DAS EMOÇÕES
Moléculas principalmente associadas a emoções expansivas:
+ Acetilcolina: Eu lembro
+ Anandamida: Estou à vontade
+ Opióides endógenos: é tão bom quando a dor pára
+ Ácido Gamma-aminobutírico (GABA): Estou comovido
+ Oxytocin: Eu sinto por você
+ Serotonina: Estou feliz

Moléculas principalmente associadas a emoções constrangedoras:
Epinefrina: Estou com medo; Dopamina: Estou motivado; Norepinefrina: Estou atento!
Cortisol: Estou estressado; Glutamato: Estou animado; Vasopressina: Estou agressivo

MOLÉCULAS PRINCIPALMENTE ASSOCIADAS A EMOÇÕES EXPANSIVAS

ACETILCOLINA é um neurotransmissor de ocorrência natural do sistema nervoso autônomo e o único neurotransmissor do sistema nervoso voluntário. Os níveis reduzidos estão associados a insônia, comprometimento da criatividade e demência nos pacientes de Alzheimer.
Muita acetilcolina pode contribuir para ansiedade, agitação ou níveis elevados de medo.
Se equilibrado, há benefícios potenciais para a saúde: Maior sensação de criatividade, capacidade de aproveitar os prazeres e paixões da vida e a saúde emocional geral. Maior capacidade de aprender e lembrar. Pode ajudá-lo a dormir. Pode reduzir o risco de demência.

Para aumentar ou equilibrar sua acetilcolina: Aprenda e use nova (s) palavra (s) todos os dias;
Medite para aumentar o foco e a concentração; Melhore a sua memória (palavras cruzadas, enigmas, etc.); Lembre uma emoção rara em detalhes até você sentir; Pense em um sentimento que nunca teve e imagine o que parece.

OXITOCINA
A oxitocina é a “molécula de abraço” – desenvolvimento de vínculo, proximidade, ternura e intimidade. Aumenta a confiança e a generosidade. Reduz a pressão arterial e protege o coração nas mulheres; previne diabetes, excesso de peso e uso de drogas; reduz a sensação de dor. A intimidade reduz a inflamação e o estresse oxidativo ao aumentar os níveis de endorfina, melhora a imunidade.
Lembre-se, a “vitamina O” dura apenas alguns segundos na corrente sanguínea, o que sugere que por isso precisamos manter nosso foco na geração dela.
Como gerar “vitamina O”
Abraços- Relacionamentos-Sexo e orgasmo-Proximidade-Ternura-Intimidade-Confiança
+ Generosidade

SEROTONINA
A serotonina é um neurotransmissor especialmente abundante no trato gastrointestinal (auxiliando na regulação do apetite e no movimento intestinal). Baixos níveis estão ligados à dificuldade de encerrar coisas, controle de impulsos, fraqueza, irritabilidade, depressão e transtornos de ansiedade.
Para impulsionar ou equilibrar sua disponibilidade de serotonina: Reduza o estresse tóxico; Seja feliz! Apenas lembrar situações e memórias felizes dá um impulso. Além disso, a felicidade tende a ocorrer naturalmente quando você atende suas necessidades humanas básicas de segurança, segurança, prazer e pertencimento.
+ Exercício + A exposição equilibrada à luz solar aumenta a vitamina D, que está envolvida na promoção da produção dela.

COMO REDUZIR HORMÔNIOS DE ESTRESSE ACABANDO A GUERRA DO MEDO E ANSIEDADE

1. Aceite seu medo e torne-o maior
Uma maneira de diminuir o estrangulamento do medo e restaurar a saúde emocional é abraçá-lo. Tente esta técnica: Retire-se para um lugar calmo, fique confortável, feche seus olhos e respire algumas respirações profundas.
• Observe onde em seu corpo você experimenta medo.
• Qual é o aspecto (forma e cor); Você percebe um som, cheiro ou gosto de medo?
• Diga: “Saúdo o medo, eu o agradeço neste momento”.
• Agora, permita que o medo cresça mais. Deixe-o tornar-se tão grande quanto quer ser.
• Observe seus pensamentos e sentimentos baseados no medo e acesse-os também.
• Tente obter uma visão dos limites, das dimensões e das bordas do medo. Qual é a sua forma? Tem pontas agudas ou é como uma gota disforme?
• Dê graças ao medo por sua intenção (seja o que for que seja).
• Agora, liberte o medo de onde veio. Sinta que ele parte.
• Inunde seus sentidos com compaixão, amor e gratidão.
• Você pode tentar se encher de luz branca.
• Deixe a luz inundar cada célula em seu corpo e instigar a autocura.
• Como você se sente agora?

2. Crie um Plano B (esta técnica é melhor feita por escrito)
Identifique seu medo e deixe-o contar sua história (cada medo tem uma história). Faça as seguintes perguntas e escreva as respostas, em detalhes:
• E se eu falhar? (crie um plano B, divida-o em pequenos passos que você pode realizar)
• O que acontece se eu não fizer nada?
• O que acontece se eu tiver sucesso?

Essa simples ideia de escrever geralmente permitirá que você dê dimensões ao seu medo e permite que você perceba que o medo não tem que ser esmagador, interminável ou todo-poderoso.

3. Técnica do tsunami – Recuperando sua imaginação
Feche os olhos e use qualquer método de relaxamento que você gosta. Quando você inseriu a segurança do seu espaço meditativo, imagine-se no meio do seu pior cenário. Seu pesadelo está aqui e tudo está caindo aos pedaços. Veja e sinta em detalhes o que seria perder no tsunami de seu medo percebido.
Agora pare. Saia da onda de destruição e deixe-a cair abaixo de você.

Acima de você, imagine uma realidade na qual você tenha sucesso e seu melhor cenário se desenrola em vez do seu pior. Levante-o e veja e sinta os detalhes desta versão da realidade. Saia da meditação e observe como você se sente e quaisquer melhorias na saúde emocional.

4. Gire o botão do Medo para a Admiração
Você pode não ser capaz de controlar as circunstâncias do seu medo, mas você tem controle sobre como você vai responder a ele. Em vez de responder com medo, considere admirar-se. O que pode ser aprendido com essa situação? O que o medo lhe fala sobre você, sobre os outros ou sobre os estimados valores que você quer manter? Talvez seja informá-lo que a confiança é adquirida e só deve ser dada àqueles que são merecedores dela. Talvez esteja mostrando sua motivação, criatividade, o poder da sua imaginação e o que você realmente ama.
Renda-se; Existe uma linha fina entre medo e alegria.

Respire
O medo tem um padrão específico de respiração de inalações rápidas e exalações com breves pausas no meio. Tomando o controle da sua respiração diminuirá a frequência cardíaca e a pressão arterial e, por extensão, reduzirá seu medo:
• Respire profundamente e segure a respiração no auge da inalação.
• Segure a respiração no fundo da expiração. Conte até cinco (lentamente).
• Repita durante pelo menos cinco ciclos.

Estudos demonstraram que, quando tememos, limitamos nossas escolhas e fechamos muitas outras respostas possíveis. Então, desacelere seu pensamento.

“Enquanto você continua focando seu coração e sua respiração centrada no coração, escolha experimentar um sentimento positivo”.

Por Uwe Blesching P.H.D – editor-chefe da revista Healing Times e autor da Spicy Carla Varella

__Tradução Vilma Capuano__

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O Cérebro dos Corruptos

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O CÉREBRO DOS CORRUPTOS

Na leitura da ciência, o gosto pela corrupção se desenvolve nas mesmas estruturas neuronais onde se cristaliza a fissura pela droga ou pelo sexo. Ou seja, corromper dá prazer e vicia.
O córtex frontal, área desenvolvida mais tardiamente, é o filtro por onde passam os instintos e as emoções. Os sentimentos são lá analisados sob o viés da razão e da crítica

• Nos corruptos, esse circuito não consegue conter o impulso e a busca da satisfação por meio de atos que rendem vantagens.

Entender a origem do mecanismo que colocou a corrupção no mesmo escaninho cerebral da dependência química obriga a olhar para o início da evolução humana…
Para dar conta dos perigos, circuitos associados à busca por comida ou à rapidez na fuga fortaleceram-se…. eram processadas estratégias que garantissem a sobrevivência de modo mais fácil. Trapacear para ficar com a melhor parte da caça, por exemplo.

Nas mesmas áreas, abriga-se ainda o sistema de recompensa.
É onde funciona a máquina que nos faz procurar prazer.
Se for sem muito esforço, então, melhor ainda.

Quanto mais o indivíduo se expõe a esses estímulos, mais o cérebro os associa a algo bom.
Cria-se um ciclo em que a ação resulta em recompensa e a recompensa pede mais ação. “A vontade se torna um hábito e o hábito reforça a vontade”, explica o neurologista André Palmini, do Hospital São Lucas, da PUC-RS.

SEM FILTRO

No córtex frontal, as reações primárias são submetidas a um juízo crítico e moral formado segundo as regras civilizatórias vigentes. Lá são moduladas por variáveis como o que é certo ou errado ou as consequências que podem surgir.
Nos corruptos, assim como em quem mata para roubar, esse filtro não funciona.

“São psicopatas”, afirma o neurologista Vitor Haase, professor da Universidade Federal de Minas Gerais –
“Mostram-se insensíveis aos males que causam.”

A maneira com que operam tem a ver com a genética, mas também com o ambiente.

Isso quer dizer que uma sociedade menos tolerante à corrupção e meios eficazes de punição servem como moduladores importantes no fortalecimento desses filtros.

O cérebro do corrupto é movido pelo prazer de ganhar dinheiro fácil e pela ausência total do temor de punição.

“Se as pessoas aprendem que corromper não leva a consequências negativas e não é moralmente errado, o córtex não tentará inibir o comportamento”, explica Antoine Bechara, professor de Psicologia da University of Southern Califórnia.

Historicamente, no entanto, os dois conceitos nunca fizeram parte da moralidade brasileira.

Resumo da Vilma Capuano
Artigo completo em
http://istoe.com.br/o-cerebro-dos-corruptos/

****

O QUE MOVE O HOMEM
• Por uma imposição da evolução, o ser humano criou mecanismos para buscar vantagens e sobreviver. Ter mais comida e melhor abrigo favoreciam a chance de viver

• Um dos primeiros circuitos cerebrais desenvolvidos está associado à essas questões básicas. Também está relacionado à busca de prazer, processado no sistema de recompensa

• Quanto mais o indivíduo se expõe a algo que lhe dá prazer, mais ativa o circuito. Ganhar vantagens por meio da corrupção pode ser um estímulo

• Aos poucos, as sinapses (troca de informação entre os neurônios) nessa rede ficam mais numerosas e intensas. A vontade se torna um hábito e o hábito reforça a vontade

O QUE PODERIA PARÁ-LO

• O córtex frontal, área desenvolvida mais tardiamente, é o filtro por onde passam os instintos e as emoções. Os sentimentos são lá analisados sob o viés da razão e da crítica

• Nos corruptos, esse circuito não consegue conter o impulso e a busca da satisfação por meio de atos que rendem vantagens, mesmo os ilícitos

 

do Facebook da Vilma Capuano