Amor romântico e amor genuíno

Você sabe a diferença entre o amor genuíno e amor romântico? Amor genuíno é aquele que deseja o bem e felicidade do outro. Segundo Skinner, existem três níveis de seleção. No 1º nível há interação erótica; paixão; não se fala em Amor, mas em desejo. É o amor Eros, segundo os gregos. No 2º, denominado Philia, tem amizade individualista, é egoísta, desprovida de admiração, fraternidade, companheirismo; ocorrem interações de opressão e submissão; amizade imatura e sensorial. As pessoas podem evoluir em sua história ontogenêtica, até chegar no nível cultural.

Quando o individualismo é medido e polido pelo 3º nível; a amizade é madura e regulada por sensibilidade, onde o belo está naquele que amo, sem erotismo e sem preconceitos ou preferências; estamos falando do terceiro nível de seleção e essas pessoas são tidas como acolhedoras, amorosas, tranquilas, tolerantes diante das dificuldades da vida, altruístas etc.
Na Grécia Antiga, esse terceiro nível de seleção era denominado de Ágape.

A história de contingências de reforçamento cultural estabelece limites para os determinantes filo e ontogenéticos, uma vez que inclui e amplia, decididamente, a importância do outro na interação amorosa e, como tal, alça o Amor ao seu nível mais elevado. Então, o amor genuíno é caracterizado pela compaixão, caridade, fraternidade, cooperação. Vai além de amar o outro como a si mesmo; é amar o outro mais do que a si mesmo. É Belo aquele que amo, sem erotismo e sem preconceitos ou preferências; é Belo o outro ser humano ” (GUILHARDI, 2015).

Pode ser que haja interação entre os níveis, como o 2º com o 3º, aonde prevalecem amizade, admiração, fraternidade, companheirismo, desde que as interações de controle e contracontrole (como cada uma das partes se influenciam) se equilibrem. Assim, não há relação de opressão, nem de submissão. Segundo Skinner, o amor mais maduro seria regido pela interação equilibrada dos três níveis. Porém, vale considerar, que nas profissões em que lidam com outros seres humanos, que ajudam vidas, a prioridade deve ser o amor genuíno, aonde o que mais importa é de quem se cuida.

FONTE: ITCR- Interações Amorosas sob perspectiva comportamental.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Menu

%d blogueiros gostam disto: